Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Preso o suspeito de assassinar vera-cruzense com mais de 30 facadas

Polícia
06 de agosto de 2014

IMG-20140805-WA0013Foi preso ontem (5) o desempregado Rafael Silveira Batista, de 22 anos, acusado de envolvimento na morte do vera-cruzense Vagner Cordelli, de 44 anos, encontrado às margens da SP-333 com mais de 30 facadas.

O caso começou na madrugada do dia 30 de junho, quando um automóvel foi encontrado totalmente queimado na rua Angela Cabrera, bairro Nova Marília. O Fox branco que foi destruído (no intuito de ocultar provas), pertencia a Vagner Cordelli, justamente a vítima encontrada por um caminhoneiro na manhã seguinte ao incêndio do veículo.

Cordelli tinha perfurações de faca nas costas, peito, pescoço e mãos, sendo deixado entre os municípios de Alvinlândia e Lupércio. Após reconhecimento do corpo, a Polícia Civil de Lupércio começou a investigar o caso e chegou a conclusão que Rafael figurava como principal suspeito do homicídio.

Apesar dessa conclusão, a polícia não deu maiores detalhes sobre a relação entre os dois, para não atrapalhar as futuras investigações que ainda estão em curso.

Um mandado de prisão temporária foi solicitado e Rafael desde então permanecia foragido. Ontem, uma equipe da Polícia Militar (PM) fazia patrulhamento na rua Capitão Salomão, Jardim Monte Castelo, zona sul da cidade, quando viu o suspeito bebendo na calçada, em frente a casa de seu irmão.

Ao ver a viatura, Batista tentou fugir, mas foi rapidamente detido e abordado por uma guarnição da PM, formada pelo aspirante Campanari, cabos Ferreira e Valcenir e soldado Júnior César. Os militares prenderam o rapaz, que encaminhado foi encaminhado à DIG (Delegacia de Investigações Gerais) onde prestou depoimento. 

O acusado passou a noite no plantão policial e será encaminhado hoje (6) para a penitenciária de Marília. As investigações continuam por parte da Polícia Civil.