Desde 2014, mais de 36000 artigos.
,/2019

Prazo para reforma terminou há cinco meses e UBS segue fechada

Cidade
15 de maio de 2019

UBS segue fechada cinco meses após prazo para conclusão da reforma (Foto: Leonardo Moreno)

O prazo para conclusão da reforma da Unidade Básica de Saúde (UBS) São Miguel, localizada na zona Norte de Marília, era dezembro de 2018. Até agora, no entanto, o posto de saúde continua fechado.

Ao menos por fora a obra parece estar pronta e não existem sinais de materiais de construção no imóvel localizado na rua 24 de Dezembro.

Vizinhos dizem que há meses não existe qualquer movimentação por ali e pedem a volta do funcionamento da UBS.

Atualmente o atendimento médico que era oferecido na UBS São Miguel acontece no prédio da antiga Plasmar, na rua Olavo Bilac. Já a população em tratamento de saúde bucal foi remanejada para a UBS Cascata.

(Foto: Leonardo Moreno)

O valor do contrato é de R$ 159,9 mil e a data de início dos serviços foi 4 de junho de 2018. A empresa responsável é a Construtora Cavibá Ltda EPP.

Em 2013, a Prefeitura de Marília abriu licitação para obra de ampliação da unidade, porém não foi contemplada a verificação de necessidade de reforço na fundação da parte já construída. Pouco após a entrega, as rachaduras começaram a surgir, segundo informação oficial fornecida no ano passado.

(Foto: Leonardo Moreno)

A unidade foi vistoriada e o município preparou, a partir de 2017, o projeto executivo e abriu licitação para a reforma estrutural, de acordo com a mesma nota.

“A meta para a UBS São Miguel é o rigoroso cumprimento do contrato de obras (seis meses) e mais algumas semanas para ajustes necessários à atividade de saúde, instalação de mobiliários e preparativos do retorno. A secretaria municipal da Saúde estima que a ‘volta para casa’ acontecerá até o início do próximo ano”, disse a atual administração antes do início da obra.

Outro lado

Após questionamento da reportagem, a Secretaria Municipal da Saúde informou que a obra da UBS São Miguel está na fase final.

“Os pacientes estão sendo atendidos, sem prejuízos aos tratamentos, em endereço próximo. A Secretaria reforça que a obra irá gerar grande benefício e bem estar à população atendida, resolvendo problemas estruturais do prédio (reformado em 2016)”, diz a nota.