Desde 2014, mais de 46000 artigos.
,/2020

Escolas particulares irão suspender aulas em Marília

Cidade
16 de março de 2020

Depois do anúncio de suspensão das aulas da rede estadual de ensino e da Universidade Estadual Paulista (Unesp), a entidade que representa escolas particulares anunciou a paralisação gradual das atividades nas unidades privadas, o que vale também para Marília.

A rede municipal, segundo última informação sobre o tema, manteria suas aulas. Universidades particulares também ainda não haviam anunciado suspensão até a manhã desta segunda-feira (16).

As suspensões são medidas para contenção da transmissão do coronavírus no Estado. No município diversas escolas estão acolhendo imediatamente a recomendação do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo (Sieeesp), que representa o setor privado.

Como será?

A suspensão total das aulas está prevista para o dia 23 de março, mas a partir desta segunda-feira (16) a medida já começa a vigorar de forma gradativa. Até sexta-feira (20) todos os ausentes terão as faltas abonadas.

As escolas já devem orientar aos alunos que fiquem em casa, mas as famílias ainda têm uma semana para se organizarem.

A data de retorno das aulas será informada oportunamente conforme determinação da Secretaria da Saúde de São Paulo.

“A medida de suspensão gradativa de aulas na educação básica está em comum acordo entre a Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (Seduc-SP), a União Municipal dos Dirigentes de Educação (Undime-SP), a Secretaria Municipal de Educação [de São Paulo] (SME-SP), o Conselho Estadual de Educação (CEE-SP) e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de SP (Sieeesp)”, diz nota emitida durante o final de semana.

Suspeita

Em Marília ainda não existe nenhum caso confirmado do Covid-19, apenas uma suspeita que foi anunciada na sexta-feira. Trata-se de um estudante de 21 anos.

O jovem viajou para a Europa com a família e voltou no dia 28 de fevereiro. Segundo a nota da Prefeitura, ele esteve em países como Espanha e França, tendo começado a sentir os sintomas dia 2 de março.

Somente na tarde desta sexta, porém, procurou a Santa Casa de Marília. O rapaz foi atendido pelas equipes médicas, passando por exames e posteriormente foi liberado. Poderá ficar em casa, porém com recomendação de isolamento social e monitorado pela Vigilância Epidemiológica.

“A Prefeitura de Marília tranquiliza os moradores e alerta que trata-se apenas de um caso suspeito e que nos próximos dias deverá sair o resultado final testando positivo ou não para o vírus”, encerra a nota