Desde 2014, mais de 46000 artigos.
,/2020

Coronavírus suspende aulas na Unesp e escolas da rede estadual

Cidade
14 de março de 2020

O Governo do Estado de São Paulo anunciou na tarde desta sexta-feira (13), em entrevista coletiva, que as escolas públicas estaduais irão “gradualizar” a suspensão de aulas, em função do risco de transmissão do coronavírus, a partir desta segunda (16). Na prática, está sendo recomendada uma semana de transição, para suspensão a partir do dia 23 de março.

O aluno não receberá falta. Os professores estão orientados a trabalhar também temas relacionados à prevenção da doença.

A decisão de não interromper abruptamente as aulas nas escolas públicas, segundo o governador João Doria (PSDB), considera as faixas etárias envolvidas nos processos.

Unesp de Marília

Já as instituições públicas de ensino superior não terão a transição. A Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) da Unesp de Marília emitiu um comunicado na manhã deste sábado (14), informando que as aulas estarão suspensas a partir de segunda-feira (16).

“Considerando as recomendações do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde e do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (CRUESP) referente à epidemia de Covid-19, divulgadas ontem, 13 de março de 2020, a Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) da Unesp de Marília, preocupada com a evolução da epidemia e como medida preventiva, resolveu suspender, a partir de segunda-feira, 16 de março de 2020, as aulas da graduação e da pós-graduação, bem como o funcionamento do Restaurante Universitário (RU), Biblioteca e algumas atividades de extensão”, diz nota.

A partir de terça-feira (17) estarão suspensos os estágios dos cursos da área da Saúde, bem como as atividades de atendimento do Centro Especializado em Reabilitação II (CER II) do Centro de Estudos da Educação e da Saúde (CEES).

O informativo diz que “os eventos que, devido à logística, não puderem ser transferidos para uma data futura, devem ter sua realização imediatamente avaliada pela própria coordenação levando em conta as recomendações oficiais”.

Sobre o funcionamento do Centro de Convivência Infantil (CCI), a Unesp de Marília vai seguir a orientação do Estado dada às escolas públicas, ou seja, a interrupção será gradual, a partir do dia 16 até o próximo dia 23, para que a administração e os pais das crianças possam ter as devidas orientações.

As atividades administrativas e acadêmicas que não impliquem em aglomeração de pessoas – como as bancas de pós-graduação sem participação de público e atividades de pesquisa – serão mantidas. Assim como todas as atividades que forem consideradas essenciais.

“A situação será avaliada continuamente e a data de retorno das aulas presenciais será anunciada oportunamente”, finaliza a nota.

Rede Municipal de Ensino

Na rede municipal não está prevista, até o momento, nenhuma suspensão das aulas. “Não vamos fechar, as crianças estão mais protegidas nas nossas escolas”, informou o prefeito Daniel Alonso em mensagem via WhatsApp ao Marília Notícia.

Escolas particulares

Na rede privada, os colégios Água Viva, Cristo Rei e Prevê Objetivo informaram à reportagem as aulas continuam normalmente. Todos os representantes das escolas aguardam mais informações ao longo da semana para definir as próximas ações.

Nenhum responsável dos colégios Sagrado Coração de Jesus, Criativo e Bezerra de Menezes foram encontrados para comentar o caso. O MN não conseguiu contato com as demais instituições. O espaço segue aberto para as manifestações.

Ensino superior particular

A reportagem entrou em contato com a Unimar, Faculdade Católica Paulista e Univem.  Por enquanto nenhuma delas irá suspender as aulas.

A Faculdade Anhanguera não havia se manifestado até a publicação desta matéria. O MN não conseguiu contato com as demais instituições.