Desde 2014, mais de 35000 artigos.
,/2019

Cirurgiã oncológica da Santa Casa realiza procedimento inédito

Cidade
12 de junho de 2019

Trata-se da citorredução de tumor peritonial com posterior quimioterapia hipertérmica. (Foto: Divulgação)

A cirurgiã oncológica da Santa Casa de Misericórdia de Marília, Ana Takae Jojima Sugao, em conjunto com o também cirurgião oncológico Luciano Coelho Duarte, realizou procedimento cirúrgico inédito no dia 1º de junho. Trata-se da citorredução de tumor peritonial com posterior quimioterapia hipertérmica.

“Paciente de 42 anos havia sido operada há dois meses para a retirada de um tumor mucinoso do apêndice, uma doença rara. Como havia sinal da persistência da doença, indiquei que fosse realizada nova laparotomia para a retirada de tumor residual e também aplicamos droga na cavidade peritonial por 40 minutos, a uma temperatura de 42 graus”, enfatizou Ana Takae.

(Foto: Divulgação)

Segundo a cirurgiã oncológica, a quimioterapia venosa não teria o resultado esperado no caso do peritônio. “Esta região é conhecida na medicina como um santuário, onde a quimioterapia não consegue penetrar. Ou seja, através de aplicação do medicamento na veia não seria possível ter um resultado eficaz”.

A médica fez um aprimoramento em “Doenças Peritoniais: Citorredução e Quimioterapia Intraperitonial Hipertérmica”, em 2015, no Kishiwada Tokushukai Hospital, em Osaka e no Kusatsu General Hospital, em Shiga, ambos no Japão.

Com o sucesso do procedimento cirúrgico, a paciente foi para a recuperação na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). “Fico muito satisfeita que uma cirurgia desta complexidade possa acontecer na Santa Casa de Marília. Agradeço o empenho de todos os profissionais da Anestesiologia, da Oncologia Clínica, na pessoa da médica Luciana Cavallari, da Farmácia e da UTI”.