Desde 2014, mais de 44000 artigos.
,/2020

WhatsApp chega a 2 bilhões de usuários em todo o mundo

Tecnologia
12 de fevereiro de 2020

O WhatsApp anunciou na manhã desta quarta-feira, 12, que atingiu a marca de 2 bilhões de usuários ativos em todo o mundo. Em comunicado em seu blog, a empresa divulgou a marca ao mesmo tempo em que reafirmou sua preocupação com criptografia e privacidade de seus usuários. O WhatsApp é o segundo produto do Facebook a atingir a marca – a rede social foi o primeiro, em 2017.

Fundado em 2009 por Jan Koum e Brian Acton, o WhatsApp demorou sete anos para conseguir conquistar seu primeiro bilhão de usuários. A marca foi alcançada em fevereiro de 2016. Dois anos depois, no primeiro semestre de 2018, a companhia chegou ao contingente de 1,5 bilhão de pessoas. Agora, está presente nos smartphones de mais de um quarto da população mundial.

Comprado pelo Facebook em 2014 por US$ 19 bilhões, a empresa hoje é comandada por Will Cathcart, executivo de carreira da rede social. Koum e Acton deixaram a empresa nos últimos anos, após discussões com o comando do Facebook pela direção que o WhatsApp deveria seguir – defensores da privacidade, os dois acreditavam que o app não deveria abrir espaço para anunciantes. Acton se voltou tanto para a defesa do assunto que, em meio ao escândalo da Cambridge Analytica, chegou a sugerir que as pessoas deveriam deletar suas contas na rede social de Mark Zuckerberg.

Hoje, o WhatsApp fatura algum dinheiro com um serviço especial para empresas, o WhatsApp Business. Também há um sistema de pagamentos disponível na Índia e que deve se expandir para outros países em breve, incluindo o Brasil, como antecipou Mark Zuckerberg há algumas semanas.