Desde 2014, mais de 49000 artigos.
,/2020

Vítima espancada até a morte é identificada

Polícia
07 de setembro de 2016
FotorCreated2

David (esquerda) e Giovane foram presos em flagrante

A polícia identificou o homem que foi assassinado com extrema crueldade durante a tarde de ontem (6), na Rua Manoel Matias, no Núcleo Habitacional Maria Angélica Matos, zona sul de Marília.

Trata-se do pedreiro Tiago Rodrigo de Santana, de 27 anos, que foi esfaqueado e espancado com pauladas até a morte.

De acordo com as informações da polícia, o homem foi encontrado em uma casa com sinais de brutalidade e já sem vida. A vítima foi enrolada em um lençol e um cobertor, que estavam amarrados por uma corda.

Ainda segundo as autoridades, o pedreiro apresentava cortes de faca no pescoço e hematomas por todo o corpo. Havia muito sangue na casa, que era usada como ponto de uso de drogas por viciados da região e atual moradia da vítima.

Viaturas da Polícia Militar foram acionadas após vizinhos ouvirem os gritos de socorro de Tiago.

De acordo com as informações registradas no boletim de ocorrência, os militares flagraram dois suspeitos saindo da residência. Eles se assustaram, tentaram fugir pulando muros dos imóveis vizinhos, mas foram detidos metros depois.

O pintor Giovane Bruno Caroccia, de 22 anos, e o garçon David Pereira Vieira, 23, foram encaminhados para a Central de Polícia Judiciária, onde o delegado de plantão ratificou a prisão em flagrante por homicídio doloso.

David chegou a dizer inicialmente que teria cometido o crime porque Tiago havia roubado seu irmão de 11 anos de idade, mas posteriormente desmentiu e desistiu da versão, passando a não querer informar a real razão do assassinato.

Tanto os autores quanto a vítima possuem passagens criminais. Tiago Rodrigo de Santana inclusive era procurado pela Justiça do município de Pacaembu, no interior paulista.

Outro fator que chamou a atenção dos policiais no caso foi a descoberta de vídeos gravados com o celular pelos assassinos durante o crime. As imagens mostram Tiago agonizando enquanto é espancado.

Foi o segundo homicídio em menos de 24 horas na cidade. A Polícia Civil irá investigar ambos os casos.

WhatsApp Image 2016-09-06 at 15.54.51

Dois foram presos por brutal homicídio (Foto: Leonardo Moreno)