Desde 2014, mais de 43000 artigos.
,/2020

STJ nega liberdade para acusado de roubar malote

Polícia
14 de fevereiro de 2020

Sérgio Silva Rebello, Andressa de Souza Anjolette Zanetti e Matheus de Souza continuam presos (Foto: Arquivo Pessoal)

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido de liberdade para Sérgio Silva Rabello. Ele foi condenado a sete anos, nove meses e 10 dias de prisão, pois é acusado de participação no roubo do malote com cerca R$ 56 mil, em maio de 2018, a um escritório da empresa organizadora do show da cantora Marília Mendonça.

Por votação unânime, os ministros rejeitaram as argumentações da defesa e indeferiram o pedido.

Matheus Henrique Soares de Souza, Andressa de Souza Anjolette Zanetti e Danilo Henrique de Lima, também são acusados de participarem do crime e foram condenados a seis anos, oito meses e três dias de prisão.

Entenda

O roubo aconteceu no dia 15 de maio de 2018. Na ocasião, a quadrilha levou um malote com cerca de R$ 56 mil referentes ao pagamento de ingressos do show da cantora Marília Mendonça na cidade. O assalto aconteceu em um restaurante localizado na zona Leste da cidade.

Matheus de Souza, Danilo Henrique de Lima, Sérgio Silva Rabello e Andressa de Souza Anjolette Zanetti foram condenados por planejar e executar o crime.

Matheus de Souza e Sérgio Rabello foram flagrados correndo com o malote poucos minutos após o crime. Na ocasião, Matheus disparou com uma arma de fogo na parede do restaurante onde estava o dinheiro.

Danilo Henrique de Lima participou como piloto de fuga no assalto. Ele transportou e fugiu com os outros envolvidos no crime. Danilo se apresentou espontaneamente 60 dias após o roubo. Sua foto não foi localizada pela reportagem.

Através de investigações da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Andressa também foi identificada como uma das envolvidas na organização do roubo.