Desde 2014, mais de 39000 artigos.
,/2019

Samsung pode juntar Galaxy S e Galaxy Note

Tecnologia
17 de setembro de 2019

A cada ano fica difícil definir a fronteira entre as duas famílias de aparelhos topo de linha da Samsung, a Galaxy S e a Galaxy Note. Aparentemente, a fabricante coreana também chegou a essa conclusão e pode estar preparando para fundir as duas famílias sob um único nome, Galaxy One. A informação é do jornalista Evan Blass, conhecido por vazamentos das fabricantes de celular.

Evan diz que a discussão ainda está em estágio inicial, mas que é possível que em vez de a empresa lançar o Galaxy S11, no primeiro semestre de 2020, a empresa anunciaria o Galaxy One. A mudança, porém, pode estar atrelado ao Galaxy Fold, celular de tela dobrável que, depois de diversos percalços, conseguiu ser lançado comercialmente. No novo portfólio, o Fold seria a grande atração do segundo semestre, papel que hoje é do Galaxy Note.

Ainda não é possível saber se o Galaxy One manteria o suporte a caneta stylus. Além do acessório, a linha Galaxy Note se diferenciava do Galaxy S por ter a tela maior. Mas isso não ocorre mais graças à complexidade do atual portfólio da fabricante. O Galaxy S10 Plus, uma das três variantes da atual família S, tem painel maior do que a menor variante da família Note 10: 6,4 polegadas contra 6,3 polegadas.

O lançamento de uma nova família de celulares após o crescimento da complexidade do portfólio seguiria também o padrão da Samsung. Neste ano, após ter duas linhas intermediárias, a J e a A, crescendo ao ponto de criarem confusão para o consumidor, a Samsung aposentou a linha J e renovou apenas a linha A. A fabricante não comentou a notícia.