Desde 2014, mais de 50000 artigos.
,/2020

Sábado é o Dia D da vacinação contra o sarampo em Marília

Cidade
14 de fevereiro de 2020

Depois de décadas Marília voltou a registrar casos de sarampo (Foto: Divulgação)

O Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, desenvolvida pelo Ministério da Saúde, acontece neste sábado (15), quando todas as unidades de saúde de Marília estarão abertas das 8h às 17h. A cidade conta com 12  Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e 41  Unidades de Saúde da Família (USFs).

A cerimônia oficial do Dia D acontecerá na UBS Cascata, que fica na rua Cláudio Manoel da Costa, número 31, no bairro Cascata, zona Leste da cidade. Em Marília foram confirmados 29 casos da doença em 2019. Ao menos desde 1995 não tinha nenhuma ocorrência na cidade.

A campanha, que é realizada simultaneamente em todo o país, começou oficialmente na segunda-feira (10), e irá até o próximo dia 13 de março, tendo como público alvo crianças a partir de 5 anos até jovens de 19 anos.

O objetivo da campanha, de acordo com a responsável pelo Programa Municipal de Imunização, Renata Rodrigues Plácido, é a proteção da população contra o sarampo, possibilitando a interrupção da circulação do vírus.

“Esta será uma campanha seletiva, ou seja, para atualização da carteirinha. Será específica de sarampo, sendo que na hora será avaliada a carteirinha de vacinação. Caso a pessoa na faixa etária de 5 a 19 anos já tenha recebido as duas doses da imunização contra o sarampo, não será vacinada novamente”, disse Renata Plácido.

Conforme o calendário nacional de vacinação prevê, a aplicação da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) é feita aos 12 meses e também aos 15 meses para reforço da imunização com a tetraviral, que protege também contra varicela.

“Ao chegar à unidade mais próxima de sua residência, a pessoa apresentará a carteirinha de quem teoricamente for receber a vacina e, após a análise, será vacinada ou não. Quem já tomou a vacina com um ano e o reforço com um ano e três meses já está imunizado”, afirmou a responsável pelo Programa Municipal de Imunização.

A orientação da Secretaria Municipal da Saúde é que a população procure a unidade mais próxima da residência neste sábado (15), levando a carteirinha de vacinação e o cartão SUS da pessoa, facilitando assim o atendimento.

De acordo com o balanço parcial divulgado na quinta-feira (13), pela Secretaria Municipal da Saúde, 244 pessoas compareceram às unidades de saúde, sendo que apenas 11 precisavam ser vacinadas, sendo quatro na faixa etária de 10 a 14 anos e sete entre 15 e 19 anos – na faixa etária de 5 a 9 anos ainda não houve nenhuma vacina aplicada.