Desde 2014, mais de 40000 artigos.
,/2019

Pro Games – 2ª edição é sucesso de público, que elogia estrutura da MicroPro

Variedades
09 de setembro de 2019

Pro Games reuniu centenas de participantes na MicroPro (Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

A MicroPro promoveu neste sábado (7) o Pro Games – 2ª edição. Um campeonato de jogos que reuniu os maiores fanáticos por games de Marília e região.

O feriado começou animado e pelo menos 400 pessoas passaram pela instituição. O evento foi aberto ao público que compareceu em peso.

Além dos jogadores, amigos e familiares também acompanharam as competições e estiveram na torcida. O Pro Games contou com a participação do apresentador Marcos Paiva. No comando do programa Revista de Sábado, na TV Tem, ele estampa as propagandas do instituto educacional.

O apresentador Marcos Paiva participou do evento (Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

Em entrevista ao Marília Notícia, Marcos contou que fez questão de comparecer e fazer parte do evento porque gosta de estar envolvido com a galera jovem.

“Eu curto demais, eu gosto de estar sempre envolvido com a galera jovem porque a gente vai sempre se reinventando. Quando eu cheguei aqui eu nem sabia o número de participantes que ia ter. Um sábado, um feriado, a galera veio em peso, está aqui desde cedo. Isso mostra que essas novas tecnologias chegaram, a galera abraçou esse negócio de games, mobile. Eu tô curtindo muito”.

Quando questionado se ele ia aproveitar e entrar na competição, o apresentador confidenciou que precisa aprender um pouco mais.

“Não dá pra mim, não tenho a menor vocação para isso. Eu já tentei jogar videogame, eu não consigo. Eu sou muito ‘oldschool’, sou atari, aquelas coisas bem antigas. Eu sou um tiozão mesmo. Quando eu vejo essa molecada jogando eu fico encantado, mas eu só observo, preciso aprender”, contou Marcos.

Marcos Paiva com a proprietária da MicroPro, Priscila Coelho (Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

Três jogos foram alvo das competições – Legue of Legends, Free Fire e Fifa. O objetivo da escola foi promover a cultura de jogos e games na cidade.

No Legue Of Legends foram 80 inscritos. Azael Paulino Pereira, de 17 anos, foi participar com os amigos e relatou estar ansioso por um grande resultado.

“A infraestrutura do lugar está muito boa. A gente espera que a gente tenha um grande resultado hoje. Treinamos bastante pra isso, acho que a gente vai conseguir”

O amigo dele, Rian Richard de Moraes, também de 17 anos, disse que esse campeonato promovido pela MicroPro quebra um paradigma.

“Tem muita gente que acha que por ficar sentado no computador jogando tem que ser alguém excluído da sociedade, mas não. Dá para perceber o tanto de gente que tem aqui só por causa de jogo. Então isso anima muito mais a gente para vir e participar de um campeonato, tentar trazer a vitória”, falou animado.

Azael e Rian foram com os amigos (Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

O Pro Games quebrou fronteiras. Participantes a partir de 12 anos puderam se inscrever e competir. No Free Fire foram 108 inscritos. O auxiliar de laboratório, Rodrigo Caufman Soares, de 22 anos era um dos competidores e levou uma torcida reforçada, a filha dele, a pequena Manuela de um ano.

“Eu jogo mais por diversão, gosto bastante, gosto de competir em jogos. Fiquei sabendo do evento pelo Facebook. Ainda não sou aluno da MicroPro, mas já fiz um tour e gostei bastante da estrutura”.

Rodrigo levou a pequena Manuela para torcer por ele (Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

Renan Daniel, de 18 anos, também estava animado e contou empolgado que havia acordado 7h da manhã para ir ao evento.

“Esse jogo é bem competitivo, venho jogando há anos então me estimulou. Acordei sete horas da manhã e estou com uma expectativa boa. Fiz curso aqui [na Micropro] dois anos, é um ensino bom. Esses eventos são bons para integrar”.

Renan Daniel estava animado mesmo acordando às 7h (Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

O Fifa teve 29 inscritos e funcionou como uma Copa do Mundo mesmo, com chaves. Os ganhadores iam se classificando até chegar no grande vencedor.

O analista de sistema, Matheus Gustavo Cansini, 21 anos, era um dos competidores e destacou que o diferencial do Pro Games foi a estrutura.

“Vim devido a paixão por game online, não tem jeito. Estou em todos os campeonatos de Fifa. Eu já conhecia a escola, porque fiz um curso aqui há algum tempo e fiquei sabendo do campeonato pelo Facebook. Já fui em outros campeonatos e a estrutura daqui foi diferencial em relação aos outros”.

Matheus elogiou a estrutura da competição (Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

A MicroPro oferece diversos cursos, dentre eles o de designer de games. A escola está com uma nova e moderna sede desde março deste ano.

Para outras informações, basta entrar em contato com a MicroPro pelo telefone (14) 3413-4385 ou comparecer na unidade, situada na rua Dom Pedro, número 180, no Centro de Marília.

(Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

(Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)

(Foto: Daniela Casale/Marília Notícia)