Desde 2014, mais de 33000 artigos.
,/2019

Polícia prende dois acusados de roubar e torturar empresário

Regional
09 de março de 2019

Bebidas, joias e objetos subtraídos de empresário durante assalto (Foto: Divulgação)

Os desempregados Patrick Anderson Pereira Ribeiro, de 18 anos, e Luiz Felipe Varela, 19, foram presos por uma equipe da Força Tática da Polícia Militar de Marília na noite desta sexta-feira (8).

A dupla é acusada de se envolver em um assalto com refém ocorrido em Garça (cerca de 35 quilômetros de Marília). Um terceiro indivíduo ainda está foragido.

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado, os policiais militares foram informados sobre um roubo a residência, onde os criminosos amarraram e torturaram um empresário sob ameaça de arma de fogo. Foram levados diversos  pertences, como dinheiro, joias e cofre.

Os três assaltantes utilizaram máscaras parecidas com as utilizadas na série “La Casa de Papel” e seguiram até a chácara do empresário, localizada na Avenida Paineiras, onde o surpreenderam dormindo.

Os ladrões estavam armados, sendo um deles com uma pistola, outro com um revólver calibre 22 e o terceiro com um revólver de calibre não confirmado (32 ou 38).

Eles permaneceram por mais de duas horas na residência do empresário. Após agredirem a vítima e subtraíram seus pertentes, a quadrilha fugiu com um carro roubado do imóvel.

Conforme a Polícia Militar, a equipe da Força Tática realizava um patrulhamento quando encontrou um suspeito pela rua Minas Gerais, posteriormente identificado como Patrick Ribeiro.

Ele tentou escapar, mas foi abordado e confessou ter participado do roubo com mais dois comparsas. Em revista na residência do indiciado, os policiais localizaram parte dos produtos subtraídos, como máquina fotográfica, dinheiro, joias e bebidas.

Viaturas da Força Tática que participaram da prisão dos assaltantes em Garça (Foto: Divulgação)

Os militares seguiram com as diligências e localizaram Luiz Felipe Varela na rua Presidente Dutra. Ele tentou fugir correndo, mas foi rapidamente interceptado.

Em revista pessoal, os policiais encontraram no bolso da bermuda um revólver calibre 22, com sete munições e numeração suprimida. Varela também confessou participação no assalto.

O terceiro envolvido no crime conseguiu fugir, mas deixou um celular para trás, que também foi apreendido e será utilizado na investigação.

Os dois presos já são conhecidos pela polícia, inclusive já tem passagens por tráfico de entorpecentes ainda quando eram menores. Eles foram conduzidos até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, onde o delegado de plantão ratificou as prisões.

A dupla passaria por audiência de custódia e seria recolhida à Penitenciária de Marília. Os pertences da vítima foram restituídos.