Desde 2014, mais de 69000 artigos.
,/2022

Palestra mostra como identificar abusador e poupar crianças

Regional
13 de maio de 2022

Palestra aconteceu ontem (Foto: Divulgação)

Garça realizou nesta quinta-feira (12) uma palestra sobre como identificar crianças que passam por situações de abuso sexual infantil, ministrada pelo médico sexólogo Fausi dos Santos.

Participaram da reunião representantes da Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, da Secretaria de Saúde, da Secretaria da Educação, Fundo Social, Conselho da Criança e do Adolescente, Conselho do Idoso, Patrulha Juvenil, Patronato Juvenil Garcense, CMAS, Creas, Conselho Tutelar e outros órgãos que atendem a população de Garça. Além disso, representantes da Assistência Social do Município de Álvaro de Carvalho.

O prefeito João Carlos dos Santos (DEM), a primeira-dama e presidente do Fundo Social, Cláudia Furlaneto do Santos, e a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Hélide Maria Parrera, fizeram a abertura da palestra.

Eles relembraram a importância de se debater um tema tão sensível e preocupante, que envolve crianças e adultos em um ciclo de dor que precisa ser quebrado através de mecanismo a serem tratados com o auxilio de profissionais competentes.

Segundo o palestrante Fausi dos Santos, o mês tem grande relevância em ações desse tipo, por conta do dia 18 de maio ser o Dia Nacional de Combate e Prevenção ao Abuso Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data escolhida por lei por conta do assassinato da menina Araceli.

“O que é importante em relação aos profissionais de toda a rede intersetorial, que envolve a assistência social, a educação, a saúde e outros equipamentos, é que todos os profissionais estejam alinhados em torno de um único fluxo. Onde, quando está vítima chega ao serviço, ela seja prontamente acolhida em sua dor, a sua fala seja valorizada e que seja encaminhada ao serviço especializado”, afirmou.

“A importância desta palestra é justamente reforçar alguns pontos básicos do serviço de proteção especial, alinhar os profissionais em relação as matrizes e a base protetiva”, explica o sexólogo.

Os temas tratados durante a palestra são como estabelecer os sinais que a criança manifesta; a relação do comportamento que essa criança pode manifestar; o perfil deste agressor, abusador ou desse pedófilo; a apresentação de números mais atuais em relação a essa modalidade de violência.

“Os assuntos são justamente debatidos para que, após serem vistos, possa se definir as estratégias mais eficazes, para todos os serviços do município dizem respeito a proteção desta criança, juntamente com a delegacia especializada, o serviço de segurança pública e outros órgãos. Porque a questão não é só punitiva, ela também é educativa e preventiva”.

É importante que as pessoas tenham em seus celulares o contato (61) 9 9656-5008 [clique aqui para iniciar uma conversa], número pertencente ao Ministério da Mulher, Família e Diretos Humanos, no qual a vítima pode entrar em contato com profissionais e solicitar ajuda.

A proposta é que esse número seja salvo com um nome aleatório de amigo da vítima, para que não levante as suspeitas dos abusadores.

As palestras educativas do médico Fausi podem ser solicitadas através do número (14) 99746-3249 [clique aqui para iniciar uma conversa] ou através do link @dr.fausi_.

Mês tem grande relevância em ações do tipo (Foto: Divulgação)