Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Marília tem um dos menores índices de umidade relativa do ar

Cidade
08 de julho de 2022

Boletim do IPMet aponta atuação de massa de ar seco (Foto: Reprodução/IPMet)

Em Marília, a baixa umidade do ar já tem causado bastante desconforto, principalmente para quem sofre de problemas do trato respiratório.

Nesta quinta-feira (7), o índice chegou a 25% na parte da tarde, o menor patamar pelo menos até a próxima quarta-feira (13), de acordo com o Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMet) da Universidade Estadual Paulista (Unesp) .

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nível ideal para o organismo humano fica entre 40% e 70%. Estando abaixo de 30%, podem surgir diversos incômodos ao organismo, como dor de cabeça, rinites alérgicas, sangramento nasal, garganta seca e irritada, sensação de areia nos olhos, ressecamento da pele, e cansaço.

O tempo costuma ficar mais seco na parte da tarde, por volta das 15h. A previsão do IPMet aponta que nesta sexta-feira (8) a umidade deve chegar a 27%, 30% no sábado (9) e 31% no domingo. No início da semana, deve variar entre 30 e 36%. Não há previsão de chuva para os próximos dias.

COMO AMENIZAR

Para amenizar os efeitos do tempo seco, especialistas indicam o uso de umidificador ou bacias de água nos ambientes (principalmente no cômodo onde for dormir), beber bastante água (mesmo que não sinta sede), e a aplicação de soro fisiológico no nariz e nos olhos.

Também é indicado evitar a prática de exercícios nos horários de menor umidade do ar, entre 10h e 16h, usar produtos para hidratar a pele e manter a casa sempre limpa e arejada, já que o tempo seco aumenta a concentração de ácaros e de poeira.