Desde 2014, mais de 57000 artigos.
,/2021

Marília já imunizou oito mil contra a gripe

Cidade
03 de maio de 2021

A Prefeitura de Marília divulgou, na manhã desta segunda-feira (3), o balanço da Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe) após três semanas de imunização – a vacina protege contra a Influenza dos subtipos virais A (H1N1 e H3N2) e também Influenza B, que também são doenças potencialmente grave.

A vacinação, que teve início no último dia 12 de abril, já atingiu um total de 8.030 doses aplicadas até a última sexta (30), em relação ao primeiro público-alvo da campanha, sendo 5.465 em crianças entre seis meses e menos de seis anos (37,09% do total de 14.736); 823 em gestantes (36,82% do total de 2.235); 1.630 em profissionais de saúde (13,34% do total de 12.219); e em 112 puérperas (30,51% do total de 367).

“É importante a pessoa saber que quem tomar a vacina contra a Influenza tem que esperar 14 dias para receber a vacina contra a Covid-19 e vice-versa. Esse intervalo mínimo de 14 dias tem que ser respeitado entre uma vacina e outra”, lembra a enfermeira Juliana Carvalho Bortoletto Gomes, responsável técnica do Programa Municipal de Imunização.

A vacinação contra a gripe acontece em todas as unidades assintomáticas e mistas, que são as seguintes: UBS Santa Antonieta, UBS Alto Cafezal, UBS Bandeirantes, UBS Chico Mendes, UBS Costa e Silva, UBS Planalto, UBS São Judas, USF 1º de Maio, USF Altaneira, USF Amadeu Amaral, USF América IV, USF Aniz Badra, USF Avencas, USF Dirceu, USF Santa Helena, USF CDHU, USF Figueirinha, USF Flamingo, USF Jânio Quadros, USF Julieta, USF Lácio, USF Marajó, USF Padre Nóbrega I, USF Padre Nóbrega II, USF Parque dos Ipês, USF Parque das Nações, USF Rosália, USF Santa Augusta, USF Santa Paula, USF Santa Antonieta III, USF Vila Barros, USF Vila Hípica, USF Vila Nova, USF Vila Real e USF Vida Nova Maracá.

“Essa vacina contra a Influenza também é importante e, apesar de não ter eficácia contra a Covid, a vacina contra a gripe auxilia no combate à pandemia, já que previne o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e consequente sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19”, conclui o secretário municipal da Saúde, Cássio Luiz Pinto Júnior.

Tabela com público-alvo (Arte: Divulgação)