Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

A hora e a vez do Hackathon Agrovet!!

Coluna
23 de março de 2022

É certo que a tecnologia, há alguns anos, passou a fazer parte da vida de todos, tanto no local de trabalho quanto no ambiente familiar.

Em algumas áreas e regiões, contudo, a tecnologia se faz sentir de forma mais intensa. Esse é o caso do campo, nele incluídas as atividades agrícolas, pecuárias e de veterinária.

Tanto a necessidade de aumentar a produção de alimentos quanto a imposição de melhores padrões de saúde animal fizeram do campo um lugar de excelência para o desenvolvimento de novas tecnologias, situação que, aliás, já tem provocado um êxodo em sentido inverso ao experimentado no passado, ou seja, não mais do campo para a cidade, mas sim da cidade para o campo.

Nesse sentido, a região de Marília é uma vocacionada, pois consegue ser um polo regional educacional, de saúde e da agropecuária, além de, a cada dia mais, conseguir desenvolver a área de tecnologia.

E como Marília é a terra da Unimar, na universidade é possível encontrar o desenvolvimento de projetos de pesquisa em todas essas áreas, com a prestação de educação de excelência.

Nesse cenário, nada mais oportuno que a realização do 1º Hackathon Agrovet, nos dias 25 e 26 de março de 2022, sediado na Unimar, realizado pelo Ambiente de Inovação Connect e a ACIM, em parceria com o IBS (Instituto BioSistêmico), Fazenda Água Limpa, UNIMAR-EAS, Usina Ibéria e Sicoob Paulista.

O objetivo do evento é “promover o uso de tecnologia e inovação por meio de uma maratona de desenvolvimento de soluções para o agronegócio e medicina veterinária”, além disso “o evento consiste na junção de equipes multidisciplinares de estudantes de graduação, os quais, com o auxílio de tutores, devem apresentar uma solução à problematização apontada pela empresa convidada, após 12 horas de evento”.

É uma oportunidade ímpar para que os estudantes de graduação, presencial e a distância, da Unimar e das demais Instituições de ensino da região e do Brasil apresentem soluções tecnológicas para problemas reais que são enfrentados pelas empresas do setor.

As três equipes melhores colocadas receberão prêmios em dinheiro (R$ 8 mil, R$ 3 mil e R$ 1 mil, respectivamente), além de bolsas de estudo para todos os seus membros em cursos de pós-graduação na modalidade EAD oferecidos pela Unimar.

Nós acreditamos que a tecnologia não é um fim em si mesmo, pois precisa ser desenvolvida de forma transversal com as outras áreas do conhecimento. A tecnologia, nessa concepção, é o meio para que outros objetivos sejam atingidos, como o aumento da produção agropecuária, o desenvolvimento de melhores condições de saúde animal, melhores condições de vida para o homem do campo etc.

O que esperamos é que a Unimar e seus parceiros sejam agentes catalisadores de desenvolvimento e melhores condições de vida para todos, tendo a tecnologia como a sua principal ferramenta.

Quer saber mais sobre o Hackathon Agrovet? Não deixe de visitar a nossa página: https://hackathonagrovet.4.events/.