Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Auxílio Brasil de R$ 600 pode beneficiar mais de 16 mil em Marília

Cidade
23 de julho de 2022
Auxílio Brasil pode beneficiar mais de 16 mil em extrema pobreza em Marília

Marília tem mais de 16 mil pessoas vivendo em extrema pobreza na cidade (Imagem: Reprodução/CadÚnico)

A partir de agosto as famílias participantes do programa Auxílio Brasil receberão o benefício complementar de R$ 200, elevando para R$ 600 o valor até dezembro. Em Marília, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social ainda não sabe quantas famílias receberão o benefício, mas se for levar em conta o número de cadastrados com baixa renda no CadÚnico, o número deve ser expressivo.

De acordo com dados do Ministério da Cidadania, em maio deste ano, Marília contava com 21.649 famílias cadastradas no CadÚnico. Deste total, 6.547 famílias (30%) viviam em situação de extrema pobreza. A cidade contava ainda com 2.271 famílias (10%) em situação de pobreza, 5.994 famílias de baixa renda (28%) e 6.837 famílias (32%) recebendo acima de um salário mínimo e meio.

Já o número de pessoas cadastradas no CadÚnico aponta para 16.729 pessoas (31%) vivendo em extrema pobreza em Marília. Os dados do mês de maio também indicam 6.572 pessoas (12%) em situação de pobreza, 17.448 pessoas (32%) cadastradas em famílias de baixa renda e 13.033 pessoas (24%) vivendo em famílias que recebem até um salário mínimo e meio.

A maior parte das pessoas está na faixa etária entre 7 e 15 anos. São 7.697 pessoas nesse grupo de idade, totalizando 16,76%. Em seguida aparecem os idosos com mais de 65 anos, somando 6.821 pessoas (14,86%) com inscrição no CadÚnico; e os jovens entre 25 e 24 anos, com 5.376 pessoas, ou 11,71% do total.

Sobre o número exato de marilienses que receberão o novo e “turbinado” Auxílio Brasil, que pagará R$ 600, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social afirmou em nota aguardar o primeiro pagamento em agosto para ter certeza de como ficará a situação na cidade.