Desde 2014, mais de 49000 artigos.
,/2020

Aconteceu? Tá no MN! #1

Geral
25 de maio de 2017

Em cima do muro

Com intenção de se candidatar a deputado federal em 2018, Marcos Juliano do partido Solidariedade e diretor da rádio Campestre em Marília, ficou ‘em cima do muro’ quando questionado se é a favor ou contra a realização de rodeios em Marília. Em um grupo de Whatsapp, Juliano desconversou sobre o assunto e mesmo quando questionado incisivamente pela segunda vez, preferiu não se comprometer e não respondeu. Atualmente existem grupos pró e contra esse tipo de evento na cidade.

Mini cracolândia

É esse o apelido que a rua 21 de abril, atrás do estádio Bento de Abreu, recebeu por moradores da região. A população anda ‘pistola’ com a aglomeração de usuários de drogas e mendigos no local. Brigas, sexo ao ar livre, excrementos feitos nas calçadas, consumo de drogas, entre outros problemas são relatados pelos moradores, que cobram uma solução rápida da Prefeitura.

Mini cracolândia 2

A secretária Wania Lombardi disse para este colunista que a pasta realiza diariamente abordagem social às pessoas em situação de rua, inclusive ontem (24) no horário de almoço, na região do MAC e imediações, houve uma ação conjunta entre a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e Polícia Militar objetivando encaminhamento para os serviços existentes à essa população. Ela promete reforçar essa campanha e melhorar a situação nas próximas semanas. Vamos ver.

Diárias de Vinícius

Um levantamento feito pela Matra com base nos dados disponibilizados no Portal da Transparência revela que na gestão de Vinícius Camarinha (2013 a 2016), a Prefeitura de Marília gastou quase R$ 2 milhões com pagamentos de diárias de servidores que, a serviço, se afastaram do Município. Foram exatamente R$ 1.932.032,08 nos últimos quatro anos. Isso dá uma média de pouco mais de R$ 41 mil por mês com diárias.

Educação Socialista na Unesp

O Grupo de Pesquisa Organizações e Democracia da Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) da Unesp de Marília, realizará hoje, dia 25 de maio, reunião aberta do grupo com o tema “Por uma Educação Socialista”. Evento será no Auditório da sala 64, a partir das 19h30. A participação é livre e a entrada é gratuita, com direito a certificado aos que se inscreverem previamente. A Unesp de Marília é conhecido reduto de comunistas e socialistas.

Cadê o Kelvin?

Virou brincadeira entre os leitores do MN os comentários de um usuário chamado Kelvin Silva no Facebook. Defendendo a legalização das drogas e criticando a violência policial, Kelvin comenta quase todas as matérias relacionadas ao tráfico de entorpecentes, com frases características como ‘tudo isso por uma droguinha?’. Já virou tradição para outros usuários da rede social esperar pelo comentário de Kelvin. Em tempo: é preciso respeitar todas as opiniões.

Calote nos músicos

Tem músico reclamando de calote da Secretaria da Cultura de Marília. Uma integrante do grupo de samba Cartola Branca fez um post no Facebook dizendo que no último dia 13 de abril a banda fez um show na praça da Emdurb em comemoração ao aniversário de Marília. Desde então ela não recebeu um centavo e ainda é recebida com hostilidade na secretaria. Nem a Prefeitura, nem o secretário André Gomes se manifestaram sobre o assunto ainda.

Taxa dos Bombeiros

Por 6 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal manteve decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo que julgou inconstitucional a cobrança da Taxa dos Bombeiros. O tema foi alvo de disputa aqui em Marília. O vereador Wilson Damasceno foi o principal líder da turma que não concordava com a taxa. A decisão do STF é uma grande derrota para os bombeiros, que ficaram irritados com a situação. Vale ressaltar que o ministro mariliense Dias Toffoli foi um dos que votou a favor da taxa. A pergunta que fica agora é: e quem pagou esse ano? Terá o dinheiro de volta? Muito difícil..

Ciúmes

A notícia do MN que Flávio Alpino, sócio do extinto Correio Mariliense e ex-diretor da TV Marília, estaria ganhando quase R$ 21 mil por mês em cargo comissionado do governo federal, provocou ciumeira em membros do grupo político do qual Alpino também faz parte e se beneficiou com a indicação. A coluna ouviu de um aliado do grupo político: “Bom saber que eles privilegiam um sanguessuga desse, quem é fiel não ganha nada”.

Fama péssima

Ainda sobre a notícia de Flávio Alpino. A figura é tão mal vista entre os jornalistas da cidade que a direção do MN recebeu em apenas um dia, 12 (doze!) mensagens de parabéns por expor o que ele fez e faz atualmente. Flávio é um conhecido caloteiro na cidade, com inúmeros processos trabalhistas nas costas. Paga o pessoal chefe!

Bem melhor

A Prefeitura de Marília lançou na última semana o novo portal da transparência do município. A nova página já está no ar através do link transparencia.marilia.sp.gov.br. Eu mesmo dei uma fuçada nos últimos dias e aprovo: ficou muito melhor que o antigo. O portal e o entendimento de como buscar as informações está mais fácil e prático. Parabéns ao pessoal da administração municipal! Só é preciso manter as informações sempre atualizadas. Vamos ficar de olho.

Frase da semana

“Instrumento para a prática de inúmeros ilícitos”, sobre a forma que o MAC tem sido utilizado há mais de uma década. Do procurador do trabalho, Marcus Vinícius Gonçalves, em ação civil pública que pede a extinção do time.