Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

A pós-graduação e o “Efeito Mateus”

Coluna
10 de março de 2022

A partir do Evangelho de Mateus (capítulo 13, versículo 12), Keith Stanovich criou o termo “Efeito Mateus” para designar a lógica pela qual aqueles que mais têm, acabam sendo os mais agraciados. Segundo o mencionado Evangelho: “para aquele que tem, tudo lhe será dado e terá em abundância; mas para aquele que não tem, até o que tem lhe será tirado”.

Esse fenômeno também é observado na educação e, em especial, na pós-graduação pois, normalmente, as instituições que mais se destacam são aquelas que acabam por receber mais alunos e mais fomento, dentre os quais recursos para bolsas de estudo e pesquisas.

Nesse cenário, imaginem a dificuldade da Unimar para, no passado, pôr em marcha o seu projeto de ser uma instituição de referência na área de pós-graduação, com mestrados e doutorados (acadêmicos e profissionais) nas principais áreas do conhecimento.

O ponto de partida foi um Mestrado em Direito. Na sequência, vieram o Doutorado em Direito (2017), o Mestrado Interdisciplinar na Área da Saúde (2018) e Mestrado Profissional em Saúde Animal (2020), este último que concede aos seus egressos o título de “Mestre em Ciência”. Agora, estamos na iminência de conseguir um Doutorado na Área da Saúde e mais um Mestrado Profissional em Administração.

O número de alunos cresceu de forma exponencial, merecendo destaque o fato de a maioria deles ser originários de outras cidades e até de outros Estados.

A pandemia, nesse sentido, foi um agente catalisador, em especial porque a Unimar não parou, ao contrário de outras instituições de ensino superior que apenas agora estão retomando gradativamente as suas atividades.

Nesse sentido, importante destacar que, mesmo durante a pandemia, a Unimar conseguiu aumentar o número de bolsas concedidas pela Capes, o que permitiu oferecer educação de qualidade para um número ainda maior de estudantes.

Muitas foram as pesquisas desenvolvidas, publicações realizadas, dissertações e teses defendidas, mestres e doutores formados, numa sinergia positiva que permitiu promover mudanças positivas em toda a sociedade.

Nesse sentido, importante destacar que, na última semana, o Mestrado em Direito acabou por titular a sua 400ª Mestre egressa, o que demonstra o comprometimento da instituição com a educação de qualidade.

Nessa semana, tivemos mais uma conquista. Após a Capes anunciar que, depois de muitos esforços, aumentaria em 5% a concessão de bolsas de estudo, tanto para os cursos de mestrado ou doutorado, a Unimar foi comunicada
que, no seu caso, o acréscimo seria da ordem de 40%.

As bolsas concedidas pela Capes somam-se àquelas concedidas pela própria instituição de ensino, tanto para egressos quanto colaboradores.

Com isso, no próximo processo seletivo do Mestrado em Direito, que ocorrerá no dia 18 de março, aproximadamente 50% dos alunos aprovados terão a possibilidade de ser contemplados com bolsas de estudo e poderão estudar em uma das melhores universidades do Brasil de forma gratuita e, em alguns casos, até recebendo.

Ao lado da pós-graduação stricto sensu, que contempla mestrados e doutorados, a Unimar também oferece dezenas de especializações e MBAs, que permitem que os alunos tenham acesso a educação continuada e se capacitem para os desafios da atualidade.

E o mais importante de tudo: os marilienses podem se capacitar sem ter que sair de Marília, estudando em uma das maiores e melhores universidades do país.

Por fim, apesar da excelente situação atual dos cursos de pós-graduação da Unimar (doutorado, mestrados, especializações e MBAs), posso garantir a todos que o melhor está por vir.

E se você quiser conhecer mais sobre a Pós-graduação da Unimar, acesse https://oficial.unimar.br/.