Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Rede particular em Marília já tem vacina contra Covid

Cidade
19 de junho de 2022

Algumas clínicas de vacinação particulares de Marília já estão imunizando contra a Covid-19. O imunizante chegou há cerca de 15 dias, mas a procura ainda é tímida. A vacina disponibilizada para quem pretende pagar é a AstraZeneca. Hoje, a quantidade dos imunizantes em todo o território nacional é suficiente para atender a população, abrindo espaço para que também chegassem ao sistema privado.

De acordo com Érico Fabrício de Souza, CEO da Rede de Vacinação Imunne, os imunizantes chegaram no dia 2. Ele contou que o movimento começou maior na primeira semana, quando foram imunizadas cerca de 20 pessoas. A vacina custa R$ 280 e é preciso agendar um horário. É importante que o interessado leve a carteirinha de vacinação e todos os imunizados são lançados no sistema de vacinação ConecteSUS.

“Na primeira semana a procura foi grande, mas acabou caindo nesta segunda semana. O interessante é que percebemos uma movimentação de grandes empresas, interessadas na aquisição das vacinas para imunização dos seus colaboradores. Já aplicamos umas 400 doses em empresas, mas por enquanto, nenhuma delas em Marília”, explicou Érico.

Em contato com uma enfermeira de outra clínica da cidade, a reportagem do Marília Notícia soube que decidiram não adquirir os imunizantes neste momento. Ela afirmou que a vacina está em todos os postos de saúde, que estão apresentando procura baixa, mesmo sendo gratuita.

“Não achamos viável comprar no momento. É uma vacina que tem disponível na rede pública, gratuitamente, e não faz muito sentido comercializá-la por enquanto. Além disso, o custo para o cliente é alto e pra gente há um risco de perda, já que cada frasco vem com 10 doses e dura 48h após abertura. Infelizmente, até mesmo nos postos, a procura é muito baixa”, disse a profissional.

A primeira vacina disponibilizada para a rede particular é a vacina de vetor viral fabricada pela AstraZeneca. Ela está licenciada para uso a partir de 18 anos e tem mesma plataforma e formulação da vacina produzida pela Fiocruz, utilizando como vetor adenovírus de chimpanzé, que carreiam genes que codificam a proteína S (Spike) do vírus Sars-CoV-2. A tendência é que outras fabricantes cheguem ao mercado privado com o passar do tempo.

QUEM PODE TOMAR?

A vacina não será de busca espontânea. Cada paciente deverá entrar em contato com sua clínica de confiança, buscar informações e fazer o agendamento de acordo com a disponibilidade de doses, pois os frascos após abertos têm 48 horas de validade. Desta forma, deve haver um planejamento para não haver desperdício.

Como terceira dose, todos acima de 18 anos podem tomar, independentemente do esquema primário, desde que faça pelo menos quatro meses que tenham recebido a segunda. Para quarta dose, pacientes entre 18 e 60 anos que não estejam nas orientações do Programa Nacional de Imunizações devem aguardar orientação médica para o segundo reforço.