Desde 2014, mais de 40000 artigos.
,/2019

Smart TVs entregam dados para empresas como Google e Facebook

Tecnologia
20 de setembro de 2019

Smart TVs estão enviando dados de usuários, incluindo localização e histórico de navegação, para empresas como Google, Facebook e Netflix. É o que revela estudos citados pelo jornal Financial Times. Os dados, segundo pesquisadores, são usados para direcionamento de anúncios.

Estudos da Universidade de Northeaster, nos Estados Unidos, e da Imperial College London, na Inglaterra, descobriram que várias Smart TVs, de fabricantes como Samsung e LG, estão repassando informações sensíveis de usuários a terceiros – de acordo com a pesquisa, aparelhos de streaming da Roku e o Fire TV, da Amazon, também entregam dados.

“Quase todos os aparelhos de TV em nossos bancos de testes compartilham informações com a Netflix, mesmo a televisão que nunca foi conectada a uma conta do serviço de streaming”, escreveram os pesquisadores. Eles afirmam que, com os dados coletados, é possível saber ou não quando o usuário está em sua casa.

Ao todo, a pesquisa testou 81 aparelhos nos Estados Unidos e na Inglaterra. O estudo também analisou caixas de som inteligentes, e concluiu que alguns dispositivos enviam dados para terceiros, como Spotify e Microsoft.

Os pesquisadores não tiveram acesso detalhado a quais dados as televisões repassam às empresas. Isso porque a maioria dessas informações é protegida com criptografia.

Em resposta ao Financial Times, a Netflix confirmou que recebe informações de TVs que não estão conectadas a seu serviço, mas disse que esses dados estão limitados à forma como o aplicativo aparece e se apresenta na tela.

O Google disse ao jornal que “dependendo da fabricante do aparelho ou do proprietário do aplicativo, os dados enviados ao Google podem incluir a localização de usuário, o tipo de dispositivo e informações sobre o que o usuário está assistindo em um aplicativo específico, para oferecer publicidade personalizada”.

O Facebook também respondeu: “É comum que dispositivos e aplicativos enviem dados para serviços de terceiros com que estão integrados”, disse a empresa.

A prática de compartilhamento de dados com terceiros é conhecida no mundo dos aplicativos e das redes sociais. No ano passado, o jornal The New York Times revelou que o Facebook compartilhou dados de usuários com gigantes de tecnologia. A reportagem afirmou que rede social tinha parcerias com mais de 150 companhias para partilhar dados sem consentimento. Netflix e Spotify, por exemplo, podiam acessar até mensagens privadas dos usuários. À época, o Facebook rebateu as acusações e disse que as parcerias estão de acordo com as regras dos Estados Unidos.