Desde 2014, mais de 33000 artigos.
,/2019

Servente é preso após ofender e trocar agressões com policial

Polícia
11 de janeiro de 2019

Indiciado e o policial militar receberam atendimentos do Pronto Atendimento (PA) da zona Sul (Foto: Divulgação)

O servente William Jesus Pontolio Jaques, de 23 anos, foi preso em flagrante após empreender fuga com uma motocicleta, danificar uma viatura da polícia, desacatar e agredir um policial militar na tarde desta quinta-feira (10) no Jardim Flora Rica, zona Norte de Marília.

Segundo o Boletim de Ocorrência, os policiais militares informaram que faziam um patrulhamento ostensivo quando avistaram um motociclista, conduzindo uma Honda CG125, saindo de uma residência na rua Emaús por volta das 18h.

O condutor foi identificado posteriormente como Willian Jaques, que ao avistar a polícia fez uma manobra brusca e retornou para a garagem do imóvel. Ele ainda escondeu rapidamente a moto no fundo do quintal.

Diante dos fatos, os policiais questionaram o servente sobre a manobra arriscada e o indiciado informou que empreendeu fuga porque estava com a documentação do veículo fora de ordem e sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Depois de solicitado, o motociclista buscou os documentos da moto na casa e apresentou aos policiais. William Jaques foi comunicado que receberia autuações pelas infrações de trânsito cometidas.

Conforme a Polícia Militar, um familiar chegou durante o momento em que as atuações eram elaboradas e passou a questionar os policiais, ocasião em que o motociclista teria se alterado, pegou uma pedra e ofendeu os militares.

Em seguida, os policiais deram voz de prisão ao indiciado pelo crime de desacato. O servente teria danificado o vidro traseiro da viatura e tentou empreender fuga correndo.

Ele foi interceptado pouco tempo depois, sendo necessário o uso moderado de força física, porque desferiu socos e chutes em um dos militares.

William Jaques sofreu ferimentos e teve que ser encaminhado ao Pronto Atendimento (PA) da zona Sul, onde o policial ferido também foi atendido.

A motocicleta foi apreendida e levada ao Pátrio da Ciretran. O servente foi conduzido até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, onde o delegado de plantão ratificou sua prisão pelos crimes de desacato, dano qualificado, resistência e lesão corporal.

O indiciado passaria por uma audiência de custódia e poderia ser encaminhado para a Penitenciária de Marília, onde permanecerá à disposição da Justiça.