Desde 2014, mais de 54000 artigos.
,/2021

Santa Casa de Marília oferece 15 vagas para contratação de deficientes

Cidade
29 de maio de 2014

santacasa

Há vagas na Santa Casa de Misericórdia de Marília à espera de trabalhadores deficientes habilitados a atuar na área de enfermagem. A instituição participa, nesta sexta-feira, 30, do “Dia D” para Contratação de Pessoa com Deficiência e disponibiliza 15 vagas. A iniciativa é do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), em parceria com as secretarias estaduais, no caso de São Paulo a Sert (Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho). O cadastro de interessados será feito na sede do PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) de Marília, localizado à rua Carlos Gomes, 137. É necessário estar munido com documentos pessoais.

Logo após o cadastro, o candidato já sai com entrevista marcada. A gerente do setor de RH (Recursos Humanos) da Santa Casa, Adriana Bertoncini Tomé, explica que a instituição fez questão de aderir à proposta do ministério. “A inclusão no mercado é uma grande necessidade. Primeiro pela responsabilidade social que exercemos, gerando oportunidades para todos e promovendo impacto positivo na comunidade, depois pelo aspecto legal, já que existe uma legislação que determina cota mínima de deficientes nas empresas”, afirma Adriana.

Assim como muitas organizações, a Santa Casa de Marília encontra dificuldades para preencher todas as vagas. O problema, na avaliação da gerente de RH, é a indisponibilidade de trabalhadores qualificados, sobretudo em alguns segmentos. “Na área administrativa, por exemplo, encontramos menor dificuldade para o recrutamento inclusivo, já na enfermagem é mais complicado”, pondera.

O tema é recorrente no hospital, que já promoveu palestras com profissionais da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e mantém contato frequente com entidades que atuam em defesa da inclusão social dos deficientes. Para facilitar a adaptação, após a conquista da vaga, a instituição também promove programa interno de acolhimento ao trabalhador, o que minimiza os riscos de desligamento.

A Santa Casa de Marília conta com cerca de 1.000 funcionários, distribuídos entre as áreas administrativa, apoio e assistência. O diretor administrativo do hospital, Sérgio Stopato Arruda, afirma que a entidade está de portas abertas para promover a inclusão. O desafio, porém, é de toda a sociedade. “É importante que essa questão seja pensada de forma mais ampla. Fazemos nossa parte, disponibilizamos vagas, mas é preciso que os trabalhadores tenham oportunidade de capacitação, com oferta de cursos que atendam o mercado”, disse.

Quem perder a oportunidade de participar do “Dia D”, nesta sexta, mas desejar se inscrever para seleção na Santa Casa de Marília, deve acessar o site da instituição e enviar seus dados por meio do endereço eletrônico é o www.santacasamarilia.com.br/rh.php