Desde 2014, mais de 29000 artigos.
,/2018

Profissionais da Santa Casa participam de importante congresso

Cidade
15 de maio de 2018

Evento aconteceu no Centro de Convenções Goiânia.

Os profissionais da Unidade de Cirurgia Cardíaca da Santa Casa de Misericórdia de Marília, Rubens Tofano de Barros, Marcos Gradim Tiveron e Sérgio Marques Pereira participaram do 45º Congresso da SBCCV (Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular), realizado de 19 a 21 de abril, no Centro de Convenções Goiânia, na capital do Estado de Goiás.

Rubens Tofano de Barros foi convidado pela Comissão Científica do evento para coordenar o Simpósio Brasil Grécia de Cirurgia da Aorta, além de comentar trabalhos apresentados. Marcos Gradim Tiveron atuou como “Expert”, como são chamados os instrutores de técnicas cirúrgicas.

Na estação prática “Hands On”, Tiveron passou informações importantes sobre técnicas cirúrgicas. “Comentei sobre um procedimento comum para nós: a revascularização do miocárdio com o uso de duas artérias torácicas internas (artérias mamárias). Fico feliz em ter sido escolhido pela Comissão Científica entre os mais de 900 cirurgiões cardíacos associados do País”.

De acordo com Tiveron, enxertos arteriais, principalmente as artérias torácicas internas, são utilizados neste tipo de cirurgia. “Temos um volume bom de procedimentos do gênero. Utilizamos as artérias mamárias em aproximadamente 20% dos casos. Maior que a média nacional, que é de 8%”.

O cirurgião cardíaco destacou os excelentes resultados da técnica cirúrgica. “Recentes trabalhos científicos que avaliam o uso de duas artérias mamárias, ao invés de uma veia e uma artéria mamária, demonstram que a sobrevida do paciente é maior, bem como a sua qualidade de vida”.

A proteção do coração a longo prazo também é maior através do procedimento já realizado há algum tempo na Santa Casa de Marília. “É uma tendência mundial utilizar as artérias torácicas internas e outros enxertos arteriais”, mencionou Tiveron.

O médico da Cirurgia Cardíaca da Santa Casa lembrou que o fluxo de cirurgias de revascularização do miocárdio hoje representa 80% do total de procedimentos realizados pela unidade. “Foi importante mostrarmos a nossa experiência no Congresso e ter este reconhecimento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular”.

O Congresso

O 45º Congresso Brasileiro de Cirurgia Cardiovascular contou com a participação ativa de cirurgiões de todo o País e também teve convidados estrangeiros selecionados. O evento é importante para o aperfeiçoamento profissional e a trocas de experiências entre os cirurgiões cardíacos.