Desde 2014, mais de 29000 artigos.
,/2018

Preso por tráfico alega que precisava manter família

Polícia
10 de janeiro de 2018

A Polícia Militar prendeu em flagrante o estudante Leonardo Sancho da Costa Zequini, 19 anos, acusado de tráfico de drogas na tarde de terça-feira (9) na Vila Barros, zona Norte de Marília. Ele alegou ter aceitado o “trabalho” porque tem um filho pequeno e está desempregado.

O argumento do indiciado foi de quele ele precisava manter a criança. Ele afirmou que receberia R$ 150 para vender entorpecentes durante oito horas, do meio dia até às 20h.

Zequini foi visto por volta das 17h por uma equipe da PM em um bar na rua Salvador Salgueiro, um dos principais pontos de tráfico de Marília. Ele estava entregando algo suspeito para uma mulher de 36 anos quando ambos foram abordados.

Em posse do rapaz estavam 51 porções de crack e 25 de maconha, além de quase R$ 65 em notas e moedas. Ele revelou que estava vendendo uma pedra ‘fiado’ para a mulher. Ela não estava em posse de nada ilegal no momento da abordagem.

Os dois foram levados ao plantão policial algemados e Zequini acabou preso em flagrante, passaria por audiência de custódia e poderia ser encaminhado para unidade prisional. A usuária de entorpecentes foi ouvida e liberada.