Desde 2014, mais de 49000 artigos.
,/2020

Prefeitura realiza ação de abordagem social na praça São Bento

Cidade
19 de junho de 2020

Ação da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social contou com parceria da Polícia Militar. (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, realizou nesta quinta-feira, dia 18, uma ação de abordagem social na praça Maria Izabel, onde fica a Catedral Basílica de São Bento.

A ação aconteceu em parceria das equipes da Assistência Social – Centro Pop, Equipe de Abordagem e Casa Cidadã -, com a Polícia Militar e com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, que realizou uma limpeza no local.

Quando da realização dessa ação de abordagem social havia cerca de 30 pessoas no local, como explica a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi.

(Foto: Divulgação)

“Realmente foi uma ação de abordagem social e realizada de forma correta, de acordo com todas as normas técnicas da Assistência Social. Mesmo com a presença da Polícia Militar, que é grande parceira da Assistência, tudo foi feito com muito diálogo, pois estamos lidando com cidadãos e seres humanos, sendo tratados com o maior respeito. Havia aproximadamente 30 pessoas, sendo que a maioria era de outras cidades”, disse a secretária.

Ainda de acordo com Wania Lombardi, foram colocados os serviços da Assistência e Desenvolvimento Social à disposição dessas pessoas.

“Para aqueles que são de fora, oferecemos o serviço de banho e de alimentação da Casa Cidadã e, em seguida, a passagem para retornar as suas cidades. Já alguns não quiseram e preferiram ficar na rua, sendo que essa decisão também foi respeitada. E outros aderiram aos nossos serviços, sendo encaminhados à Fumares, à Casa Cidadã e às clínicas de recuperação, conforme cada caso.”

(Foto: Divulgação)

Segundo a secretária, havia pessoas egressas do sistema penitenciário, outras que não são aceitas em suas famílias e também migrantes que perderam o emprego. “Por trás de cada cidadão há uma história de vida e que precisa ser respeitada. Por isso fazemos essa abordagem humanizada, respeitando sempre o ser humano. Só temos que agradecer ao apoio e suporte que a Polícia Militar nos oferece nesse tipo de ação.”

APOIO DA POPULAÇÃO

Wania Lombardi afirmou também ser fundamental o apoio da população na forma de agir com o morador de rua. “Muitos fazem a opção de ficar na rua porque a própria população dá esmola e alimentos. É bom deixar claro que a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social tem parceria com o Restaurante Bom Prato e oferece café da manhã, almoço e jantar para estas pessoas. Na ação de hoje (quinta-feira) encontramos muitas marmitas ainda intactas. Peço à população, às igrejas e às entidades que não deem esmola e sim façam doações às famílias mais necessitadas. Além dos alimentos, encontramos também colchões e cobertores, que certamente foram doados pela comunidade. Desta forma, há uma colaboração indireta para que eles permaneçam na rua. Temos o Bom Prato e os nossos serviços da Casa Cidadã, Fumares e Centro Pop à disposição dessas pessoas. Essa conscientização da população é fundamental para amenizarmos essa situação.”