Desde 2014, mais de 34000 artigos.
,/2019

Planejamento Urbano realiza audiência pública e apresenta propostas

Cidade
15 de abril de 2019

Planejamento Urbano realiza audiência pública e apresenta propostas para uma nova regulamentação dos rebaixamentos de guias. (Foto: Mauro Abreu)

Foi realizada na última sexta-feira, dia 12, uma audiência pública no auditório do gabinete do prefeito Daniel Alonso para dar sequência à discussão e apresentação de propostas para uma nova legislação de regulamentação dos rebaixamentos de guias na cidade.

O evento foi realizado pela Prefeitura de Marília, através da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, e pela Câmara de Vereadores.

Participaram do evento, o secretário municipal do Planejamento Urbano, o arquiteto José Antônio de Almeida; o secretário municipal da Administração, Cássio Luiz Pinto Junior; o presidente da Câmara Marcos Santana Rezende; o vereador Delegado Wilson Alves Damasceno; além do 1º Promotor de Justiça de Marília, Rodrigo Garcia; do presidente da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília), Adriano Martins; do diretor administrativo José Carlos da Silva; do chefe da Fiscalização de Obras, Vandré dos Santos; e demais representantes da sociedade civil.

“A audiência fomentou ideias, sugestões e soluções profícuas a todos os setores da sociedade, almejando a participação conjunta de representantes de todos os setores da sociedade civil na busca por melhorias no município de Marília. Importante salientar que a Prefeitura de Marília está sempre aberta ao diálogo e a apresentação de ideias de todos os setores da sociedade na solução de situações que envolvam a melhoria na mobilidade urbana e na qualidade de vida da população”, disse o secretário de Planejamento Urbano, José Antônio de Almeida.

Na ocasião ficou definida nova audiência pública a se realizar na primeira quinzena de junho, com o objetivo de formatar minuta de lei a ser enviada pelo Executivo para apreciação dos vereadores da Câmara Municipal, atendendo reivindicação antiga de empresários, comerciantes, Ministério Público e da sociedade civil.

(Foto: Mauro Abreu)

(Foto: Mauro Abreu)