Desde 2014, mais de 69000 artigos.
,/2022

Novo fragmento de Titanossauro é encontrado em Marília

Cidade
30 de junho de 2021

Paleontólogo do Museu de Paleontologia de Marília, William Nava, mostra fragmento na rocha (Foto: Redes Sociais)

O Museu de Paleontologia de Marília anunciou nesta segunda-feira (28) a descoberta de um fragmento de Titanossauro nas imediações da cidade. A relevância do fóssil ainda será determinada após a escavação – sem data para ocorrer – e estudos do material recolhido.

A localização do achado não foi divulgada para evitar eventuais prejuízos ao patrimônio científico, porém, a exemplo de outras oportunidades, o osso foi revelado durante trabalhos de rotina e inspeção de rochas abertas para ampliação de rodovia.

“Pelo tamanho e formato, provavelmente trata-se do fragmento de úmero ou fêmur de um Titanossauro, cortado na transversal. É mais um fóssil que atesta a presença desses antigos animais em nossa região, há milhões de anos”, comemora o pesquisador, em uma rede social.

Nava diz ainda que as rochas pertencem à formação Marília e ainda estão muito “sujas”, com outros sedimentos, devido à abertura recente do local. Por isso, o fóssil não está bem visível.

“Mesmo assim, vê-se parte do tecido esponjoso petrificado. Só um olhar clínico para perceber a presença de um fóssil ali”, observa.

Ao Marília Notícia, o pesquisador afirma que achados com esse não são raros na região. Ele diz ainda esperar que, em breve, seja feita a escavação e remoção do osso fossilizado, utilizando-se ferramentas adequadas, com segurança.

Vale lembrar que o Museu de Paleontologia de Marília tem parcerias internacionais para a exploração e estudos em materiais fósseis localizados em sítios paleontológicos na região.

A principal descoberta no município completa, em 2021, doze anos. Trata-se do maior conjunto de fósseis – entre os mais completos do mundo – de um Titanossauro, um saurópode que viveu na região há cerca de 70 milhões de anos.

Os restos do gigante foram encontrados em 2009 e extraídos entre 2011 e 2012. A localização aconteceu durante obras na SP-333, saindo de Marília para Júlio Mesquita.

Pesquisador acredita que fóssil possa ser parte de fêmur ou úmero (Foto: Redes Sociais)