Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Marilienses perdem R$ 8 mil em estelionatos

Polícia
24 de junho de 2022

Três casos de estelionatos foram registrados na noite desta quinta-feira (23) na Central de Polícia Judiciária (CPJ). Dois deles envolvem compra e venda de veículos e, no total, foram somados R$ 8.050 em prejuízos.

Em um dos casos, a vítima – um homem de 23 anos – teve um prejuízo de R$ 3 mil. O rapaz contou que viu um anúncio da venda de uma moto por R$ 4,2 mil.

Interessado, iniciou conversa com o acusado, identificado apenas como Leonardo. O homem disse que morava em Botucatu e que a moto tinha sido adquirida na troca de um terreno com um morador de Marília.

O autor afirmou que o veículo ainda estava com o antigo proprietário e que a vítima poderia ver a moto, mas não falar de valores.

Depois de ver o veículo, a vítima pediu o Pix do autor para ser realizar a transferência. Após o pagamento de R$ 3 mil, o jovem voltou para buscar a moto e o proprietário informou que não tinha recebido valor nenhum. O rapaz percebeu então que caiu em um golpe.

Em outro caso, duas mulheres de 36 e 28 anos foram prejudicadas em golpe que envolve a venda de uma Honda Biz por R$ 5,2 mil.

A proprietária do veículo de 36 anos e a interessada na compra foram enroladas pelo acusado. A vítima de 28 anos a chegou a fazer uma transferência de R$ 3.350.

No terceiro caso, um homem de 73 anos conduzia seu veículo quando foi abordado por quatro rapazes . Os acusados alegaram que o carro estava vazando óleo e o motor poderia fundir.

Um deles, que vestia uniforme de uma seguradora, disse que ligaria para que arrumassem o automóvel. Em seguida chegou outra pessoa, que entrou embaixo do veículo, dizendo que ia consertá-lo.

No momento de acertar a conta, um dos acusados disse para o idoso passar o cartão de crédito. A vítima acreditava que estava acertando R$ 19,90 pela visita no local, mas foi avisada que o cartão não estava passando.

Posteriormente, o idoso verificou que os acusados passaram compras no valor de R$ 1,7 mil. Todos os casos são investigados.