Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Marília cria 740 postos de trabalho e fecha o semestre no azul

Cidade
29 de julho de 2022

(Gráfico: Caged/Ministério do Trabalho)

Dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, mostram que Marília fechou o primeiro semestre do ano no azul. Foram mais de 700 vagas de emprego criadas nos mais diferentes setores desde o dia 1º de janeiro até junho.

Levantamento aponta ainda que, pelo segundo mês consecutivo, o município apresentou saldo positivo no balanço entre admissões e desligamentos divulgado pelo Caged. Cadastro divulgado nesta quinta-feira (28) aponta a criação de 287 novos empregos formais apenas em junho.

No total, foram contratadas 2.779 pessoas ao longo do mês e 2.492 demitidas. O único setor que fechou no vermelho com saldo negativo foi o da agropecuária, que perdeu seis postos de trabalho.

Já o setor de serviços foi o que mais ganhou vagas. Ao longo do mês, foram abertas 1.462 oportunidades com carteira assinada, com 1.299 rescisões: variação positiva de 163 vagas de emprego.

O comércio, a construção civil e a indústria também ganharam postos. Juntos, os três setores somaram 130 novos registros em carteira.

ACUMULADO

No primeiro semestre do ano, o município permanece com saldo positivo na geração de emprego. Os dados do Caged apontam 16.506 admissões contra 15.755 desligamentos – um saldo positivo de 740 novas carteiras registradas.

No acumulado dos últimos 12 meses, o resultado é ainda melhor. Foram 33.427 admissões e 30.056 desligamentos, com a criação de 3.371 novos empregos.

Tanto no comparativo com o mesmo período do ano passado, como em relação ao mês anterior, o saldo de junho de 2022 foi superior. Em 2021, o mesmo mês contou com a abertura de 227 postos de trabalho (60 a menos do que em junho de 2022). Em maio deste ano, foram assinadas 207 novas carteiras – uma diferença de 80 em relação ao mês seguinte.