Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Mãe que sumiu com filho há quase um mês devolve criança em Marília

Polícia
11 de agosto de 2014
gustavo

Cláudia Matame e Gustavo

Quase um mês depois de desaparecer com o filho Gustavo, de 9 anos, Cláudia Matame devolveu o menino na tarde desta segunda-feira (11), na Polícia Civil de Marília. A criança deveria ter sido entregue para o pai que tem a guarda no dia 13 de julho.

Já a menina Gabrielli, de 7 anos, continua desparecida. Ela também não foi devolvida pelo pai Adão Correia de Brito no mesmo dia em que Gustavo sumiu. Adão e Cláudia atualmente são casados.

Na delegacia, em primeiro depoimento, Cláudia não informou para onde levou o filho no período em que ficaram desaparecidos. Também não disse o motivo de ter levado a criança sem avisar. De acordo com a polícia, a mulher afirmou ainda que não sabe o local para o onde foram o atual marido, Adão, e a filha dele Gabrielli. A polícia abriu inquérito e Cláudia será indiciada por subtração de incapaz e desobediência. A mulher pode perder o direito de visita ou, então, só conseguir ver o filho com a supervisão de algum familiar.

Os pais que têm a guarda dos menores, Elen Rodrigues Oliveira, mãe de Gabrielli, e Kolto Tokio Saito, de Gustavo, se conheceram na delegacia no dia do desaparecimento e não sabiam que os dois casos envolviam os mesmos suspeitos.

Para a polícia, o crime foi planejado, já que o casal não frequentava mais o trabalho desde a semana anterior ao sumiço. No entanto, o delegado seccional, Luiz Fernando Quinteiro, avisou na época que esse tipo de crime é comum em períodos de férias escolares. As investigações, agora, continuam para tentar localizar a menina.

gabrielly

A garota Gabrielli, de 7 anos, continua desaparecida

 

Com informações do G1