Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Juiz mariliense liberta acusado de morte em discussão por futebol

Polícia
24 de agosto de 2014

O ajudante de pedreiro Lucas Elienai Tardim, de 19 anos, o “Teta”, foi colocado em liberdade pela Justiça de Marília. Lucas é acusado do do assassinato do entregador Wagner Amaro, de 48 anos.

O crime ocorreu no dia 18 de maio de 2013 em um bar na rua Luiz Delicato, zona norte, e foi motivado por discussão de futebol.  Wagner era torcedor do São Paulo e Lucas do Corinthians. Após uma provocação, o assassino pegou um banco de ferro e desferiu três golpes contra a vítima, sendo que o último teria acertado a cabeça do São Paulino. Wagner ainda foi socorrido até o hospital, ficando na UTI por algumas horas, mas não resistiu.

“Teta” estava sendo procurado desde setembro de 2013 e acabou preso no dia 6 de junho desse ano. A prisão aconteceu no km 461 da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, por volta das 22h30. Em uma  fiscalização de rotina no local, uma moto se aproximou do comando e ao perceber os policiais Lucas saltou e tentou fugir, correndo para um matagal, mas acabou sendo localizado.

O juiz da 3ª Vara Criminal, Décio Divanir Mazeto, achou corretas as argumentações do defensor de Lucas, que pediu revogação da prisão preventiva. O caso ainda será julgado e caso de condenação,a pena pode chegar até 30 anos de prisão em regime fechado.