Desde 2014, mais de 47000 artigos.
,/2020

João Doria diz que Marília pode ficar fora de flexibilização

Cidade
04 de maio de 2020

O governador João Doria (PSDB) citou Marília, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (4), como uma das 20 piores cidades no índice de isolamento social do Estado de São Paulo. No último sábado (2) apenas 48% da população ficou em casa.

De acordo com o governador, os municípios que não atingirem a média de 50% no índice vão ficar automaticamente de fora da flexibilização do decreto estadual que determina o fechamento físico de comércios e serviços não essenciais.

“Não desejamos mais vítimas, mais pessoas infectadas e não desejamos, obviamente, mais óbitos no Estado de São Paulo. É possível melhorar ? Claro que é possível, com a consciência de cada cidadão”, afirmou Doria.

Marília é obrigada, por força de determinação judicial, a seguir todas as determinações do Estado, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia.

A medição do índice de isolamento é feita pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) que utiliza dados das empresas de telefonia celular.

Na quinta-feira (30) o município voltou a registrar seu índice de isolamento mais baixo, de apenas 43% – mesmo percentual que já havia sido medido no dia 9 de abril. No feriado de sexta-feira (1º) o índice foi de 52% e no domingo (3) chegou a 54%.

Média local

A média do índice de isolamento em Marília, entre o dia 21 de março – quando passou a vigorar decreto municipal de calamidade, até este domingo é de 49%.

No entanto, o que se percebe é uma queda no índice de isolamento. Nos últimos sete dias com dados disponíveis, por exemplo, a cidade registrou adesão média de apenas 47% da população. Nos primeiros sete dias de isolamento o índice médio foi de 51%.