Desde 2014, mais de 70000 artigos.
,/2022

HC/Famema indica primeiros funcionários para vacina

Cidade
19 de janeiro de 2021

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília (HC/Famema) enviou ao governo do Estado uma lista com o nome de 20 funcionários para serem os primeiros a receber a Coronavac, durante visita do governador João Doria (PSDB) nesta terça-feira (19).

Os três primeiros nomes da lista constam com a indicação “entrevista e vacina”, enquanto os demais contam apenas como indicados para “vacina”.

São funcionários do hospital, homens e mulheres, com idade entre 25 e 54 anos. As profissões variam entre técnicos e auxiliares de enfermagem, enfermeiros, médicos, fisioterapeutas, responsáveis pela higiene de leitos exclusivos para Covid-19 e auxiliares de serviços gerais.

Entre eles, alguns fazem parte do grupo de risco, apresentando comorbidades como hipertensão, obesidade, doença pulmonar obstrutiva crônica e asma.

Constam também trabalhadores que já tiveram o novo coronavírus. Na lista de profissionais selecionados existe um transexual.

Lista

A primeira pessoa da lista é a técnica de enfermagem Francine Rita de Cassia Domingues Viana, de 32 anos. Ela mora em Marília, não tem comorbidades, mas é uma das pessoas que contraiu a doença.

Francine trabalha no HC há quatro anos e disse ter sentido muito medo, pois convive na mesma casa com os pais de mais de 70 anos.

Seu isolamento social em casa foi muito difícil, pois ficou isolada no quarto, usando tudo descartável, sem contato nenhum com a família.

“Graças a Deus e aos cuidados necessários, meus familiares ficaram bem e não tiveram a doença. Continuo na linha de frente com orgulho, e recebo a noticia da vacina com muita alegria. Ontem pela primeira vez em dias, estava alegre, confiante e acreditando no futuro e em dias melhores para a saúde no Brasil”, afirmou Francine.

A segunda pessoa na lista é a médica coordenadora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto do HC/Famema, professora Silene El Fakhour.

Há mais de 30 anos no hospital, ela atua na linha de frente de atendimento aos pacientes da pandemia. Também já contraiu Covid-19 e mora com o pai de 90 anos.

“Passei por tudo isso e continuo na linha de frente com muito orgulho servindo a minha cidade”, disse Silene.

A terceira indicada para a imunização é a fisioterapeuta Roberta Precipito Krusicki, de 29 anos. Ela mora em Garça, mas trabalha no hospital desde 2017.

Roberta atua na linha de frente do tratamento de pacientes com Covid-19 desde o começo da pandemia. Até o momento, não foi contagiada.

“Não me contagiei pela Covid-19, graças à paramentação e cuidados que foram instruídos pelo hospital e a minha família também está sem Covid-19, levando a sério as recomendações”, afirmou.

Veja a lista completa, [clique aqui].