Desde 2014, mais de 47000 artigos.
,/2020

Estado reclassifica região de Marília para a ‘fase vermelha’ do Plano SP

Cidade
19 de junho de 2020

Governador João Doria em coletiva (Imagem: Reprodução)

O governador João Doria (PSDB) anunciou em entrevista coletiva nesta sexta-feira (19) que a região de Marília volta para a ‘fase 1’ – mais fechada – do Plano São Paulo, que flexibiliza as restrições ao comércio e serviços não essenciais, impostas por conta da pandemia.

Com isso as cidades da região vão ter que fechar atividades que vinham sendo autorizadas. Só podem funcionar indústrias e construção civil – que nunca fecharam – além das atividades essenciais.

Atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio em geral e shopping centers, que estavam em funcionamento na região de Marília, terão que fechar a partir da próxima segunda-feira (22).

O aumento de 51% nas internações em Marília e cidades próximas teria justificado a mudança.

Além da região de Marília, Registro e municípios próximos também retroagem. “Eu duvido que algum prefeito ou prefeita queira inscrever no seu currículo que foi responsável por mortes”, declarou João Doria.

Fases do Plano São Paulo (Imagem: Reprodução/Divulgação)

Liminar deixa tudo igual por enquanto

Independente da determinação do Estado para a região, o município de Marília conseguiu uma liminar do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que devolve a autonomia para a Prefeitura fazer sua própria classificação.

Para isso, o governo municipal deve levar em conta a fase em que a capital do Estado será classificada e comparar os índices de lá com os locais.

Ou seja, Marília precisa levar em conta os parâmetros do Plano São Paulo, mas pode se inserir em uma fase diferente da ordenada pelo governador.

Já as demais cidades da região, que não são beneficiadas pela decisão judicial mais recente a favor do governo mariliense, são obrigadas a seguirem à risca a determinação do Estado.

Atualização de enquadramento da regiões paulistas (Imagem: Reprodução)

Dados oficiais do Estado para a região de Marília (Imagem: Reprodução)

(Imagem: Reprodução)

(Imagem: Reprodução)