Desde 2014, mais de 29000 artigos.
,/2018

DIG prende trio acusado de tentativa de latrocínio em Marília

Polícia
14 de setembro de 2018

A Polícia Civil, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Marília, divulgou nesta sexta-feira (14) que prendeu três pessoas envolvidas em uma tentativa de latrocínio ocorrida no último dia 4 de setembro, no bairro Palmital, zona Norte de Marília.

Na ocasião, um aposentado de 78 anos foi encontrado em sua casa, na rua Humberto de Campos, ferido sobre a cama. Ele chegou foi socorrido pelo Samu ao Hospital das Clínicas, onde se constatou traumatismos craniano e torácico.

Segundo apurado pela DIG, a manicure Erica Shirlei Avelino, de 40 anos, e seu filho Gabriel Avelino dos Santos, 19, planejaram um roubo na residência da vítima.

Assim, como já combinado, Érica, sob a alegação de que iria manter relação sexual com o idoso, ingressou no imóvel e o dopou com calmante.

Gabriel também entrou na casa e passou a agredir violentamente a vítima, que estava impossibilitada de oferecer resistência. Foram roubados R$ 1.200 em dinheiro e um aparelho celular.

“Enquanto mãe e filho doparam, agrediram e subtraíram objeto e valores da vítima, consta que um terceiro indivíduo, “M.F.S.” (servente de pedreiro – 19 anos), teria permanecido defronte ao imóvel, vigiando eventual aproximação de terceiros. Perpetrada a subtração, os autores deixaram o local dos fatos, partilhando entre eles os valores roubados”, diz comunicado da DIG.

A vítima, em virtude da gravidade das lesões, continua internada na UTI, o que impossibilitou seu depoimento.

Érica, Gabriel e o terceiro envolvido já se encontram presos, em virtude de prisões temporárias por 30 dias. Os dois primeiros confessaram suas participações no crime, enquanto o último deles nega envolvimento nos fatos (motivo pelo qual seu nome ainda não foi divulgado pela polícia).

“O crime cometido se trata de latrocínio tentado, equiparado a hediondo, e praticado com extrema frieza e crueldade, tendo sido instaurado inquérito policial por esta DIG, para cabal esclarecimento dos fatos”, finaliza o comunicado assinado pelo delegado Valdir Tramontini.