Desde 2014, mais de 52000 artigos.
,/2020

Cristal depõe sobre suposta carteirada em inquérito da PM

Polícia
09 de outubro de 2020

Tenente-coronel Márcia Cristina Cristal (Foto: Divulgação)

A tenente-coronel Márcia Cristina Cristal será ouvida, em inquérito que corre pela Polícia Militar, nesta sexta-feira (9), sobre o caso da suposta tentativa de “carteirada”, atribuída à vereadora professora Daniela D’Ávila (PL).

Segundo o apurado pelo Marília Notícia, o depoimento está marcado para começar por volta das 10h e a comandante deve relatar o contexto de uma ligação recebida da vereadora.

Cristal está afastada da PM por motivo de saúde. Todos os outros envolvidos no caso já prestaram depoimentos na sede do batalhão em Marília.

Vereadora Professora Daniela (Foto: Divulgação)

Entenda

O MN revelou em primeira mão que o sargento Alan Fabrício foi afastado da Companhia de Trânsito da PM, onde atuava, para outras funções de policiamento, após apreender um carro de propriedade da vereadora.

O veículo foi guinchado no início da madrugada do dia 16 de agosto. Segundo o policial, o licenciamento do carro estava vencido e os pneus ‘carecas’.

A vereadora ligou para a tenente-coronel, comandante do 9º BPM/I, naquela madrugada. Um áudio de Cristal humilhando Alan após a apreensão do veículo vazou e expôs o caso.

Logo após, o sargento acabou premiado em São Paulo em curso de trânsito urbano e reassumiu a mesma função em que se encontrava, antes de sua apresentação para frequentar o curso de especialização.

O policial militar Alan Fabrício Ferreira (Foto: Divulgação)