Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Comerciantes fazem abaixo-assinado para isenção da Zona Azul

Cidade
27 de julho de 2022

Comerciantes da rua Coronel Galdino querem isenção apenas para os veículos das empresas (Foto: Divulgação)

Os comerciantes da rua Coronel Galdino preparam um abaixo-assinado para pedir que pelo menos os veículos das empresas sejam beneficiados com a isenção do pagamento da Zona Azul.

As assinaturas já estão sendo colhidas e contam com o apoio dos demais empresários da área, que se sentem prejudicados com a cobrança, principalmente com a necessidade de rotatividade do estacionamento.

De acordo com o empresário Tiago Martins, proprietário de uma loja de móveis usados, a ideia é que a isenção seja apenas para os veículos das empresas, deixando de fora os particulares dos comerciantes e dos funcionários. O comerciante conta que é grande a dificuldade, uma vez que todos precisam dos veículos para o trabalho.

“Precisamos dos veículos das empresas para fazer entregas, mas acabamos virando alvo da fiscalização. O estacionamento rotativo para mim é um absurdo. Eu preciso do carro da empresa aqui na minha loja”, afirma Martins.

A reclamação é sobre a necessidade de ter que pagar pelo serviço e ainda ter que trocar o veículo de lugar a cada duas horas. Muitas vezes o comerciante não encontra uma vaga próxima, precisa deixar o veículo longe e perde tempo no deslocamento para achar uma vaga e retornar para a loja.

O comerciante explica que a medida não visa beneficiar veículos particulares de comerciantes e funcionários. As assinaturas estão sendo colhidas com os comerciantes da rua Coronel Galdino, que passam por esse tipo de dificuldade.

“Estamos pedindo apenas a isenção para os veículos das empresas. São esses veículos que importam. Senão começa comerciante querendo, funcionário e daqui a pouco nem os clientes vão querer pagar. Não é esse o nosso objetivo. Apenas achamos sensato, os carros das empresas não precisarem pagar”, afirma.

Quando todas as assinaturas forem colhidas, cópias do abaixo-assinado serão encaminhadas para a Prefeitura de Marília, para a Câmara dos Vereadores e para a empresa Rizzo Parking, concessionária do serviço na cidade.

Atualmente, a Zona Azul cobra R$ 2 para o veículo ficar estacionado por uma hora e R$ 4 por duas horas. São mais de três mil vagas de estacionamento rotativo na área central da cidade e também na região da avenida das Esmeraldas e da Igreja Basílica de São Bento.

A Zona Azul de Marília funciona das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 13h aos sábados.