Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Colisão deixa um morto e cinco feridos em rodovia da região

Polícia
27 de julho de 2014
IMG_6826 SIM

Foto: Vítor Peruch

Uma colisão seguida de capotamento deixou uma vítima fatal e cinco pessoas gravemente feridas, na rodovia João Baptista Cabral Rennó (SP-225), na noite deste sábado (26), em Bauru (100 quilômetros de Marília).

De acordo com o Policiamento Rodoviário, o acidente aconteceu por volta das 22h30.

Sérgio Donizeti Toledo, de 41 anos, conduzia uma caminhonete GM/Silverado, placas de Lençóis Paulista, e trafegava sentido Cabrália Paulista-Bauru. Porém, no quilômetro 236 mais 150 metros, ele colidiu na traseira de um Ford/Fiesta, placas de Bauru, que era conduzido por Ana Paula Fernandes Chan, de 40 anos.

Devido ao forte impacto da colisão, Sérgio perdeu o controle da direção, subiu em um barranco e capotou com a caminhonete cerca de cinco metros. Durante o capotamento, ele foi projetado para fora do carro e ficou gravemente ferido. Já o Ford/Fiesta, que estava com cinco ocupantes, foi lançado contra a defensa metálica da rodovia.

O passageiro do Fiesta, Lucas Álvaro dos Santos, de 23 anos, não resistiu aos ferimentos provocados pela batida e morreu no local. A condutora Ana e as outras três ocupantes Ágata Zanatta Urbano, 24 anos, Daniella França Nunes, 26 anos, e Mariana Condomitti Hipólito, de 21 anos, ficaram gravemente feridas.

As cinco vítimas foram socorridas pelas equipes da Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da concessionária CART. Todas foram encaminhadas para o Pronto-Socorro Central (PSC) e permanecem internadas em estado grave.

Embriaguez ao volante e homicídio culposo

Ainda segundo a PM Rodoviária, os policiais, após socorrem Sérgio, realizaram teste do etilômetro, o qual apresentou o resultado de 0,86 mg/l e constatou que ele estava embriagado. Diante do fato, ele foi autuado em flagrante por crime de embriaguez ao volante e homicídio culposo, e uma fiança no valor de R$ 2.172,00 foi arbitrada.

Ele permanece internado em estado grave no PSC sob escolta policial e, assim que receber alta médica, ficará à disposição da Justiça.

 

Fonte: Reprodução JCNet