Desde 2014, mais de 33000 artigos.
,/2019

Camarinha mente e desinforma a população de Marília

Coluna
15 de fevereiro de 2019

Mitomania no dicionário: “Tendência patológica, fora do comum, para mentir; compulsão para mentir ou fantasiar” (Foto: Divulgação)

Em sua habitual fala na rádio 950, Abelardo Camarinha, como de costume, mentiu e levou desinformação para parte da população de Marília mais uma vez.

Apesar das incontáveis besteiras que divulgou e ficaram gravadas nesta sexta-feira, vamos listar e explicar apenas cinco delas, veja abaixo.

Nem tudo é dinheiro e poder Abelardo. Nem tudo é dinheiro e poder.

*****

1. Abelardo resolveu problema da água na zona Norte quando era prefeito. Verdade?

Mentira! Existem inúmeras notícias de falta de água na região Norte quando Abelardo era prefeito. Basta pesquisar. Mas parece que o povo tem memória curta.

O problema era tão grave que na época o Governo Federal (por meio da Caixa Econômica Federal) e a Prefeitura de Marília celebraram cinco contratos de repasses para que o município executasse ações relativas ao “Programa Morar Melhor”.

Entre esses contratos, estava prevista a construção da barragem do Córrego do Ribeirão dos Índios, sistema de captação, adução e estação de tratamento de água.

A obra, que começou em 2003 e foi paralisada já no ano seguinte, iria solucionar o problema de água na zona Norte. O dinheiro chegou, mas óbvio que nada foi concluído.

Para onde foram os milhões? Uma ação movida na 2ª Vara Federal de Marília condenou advinha quem a devolver mais de R$ 11 milhões aos cofres públicos? O próprio! Seu Abelardo. Foi constatado que apenas 30% da obra foi executada.

Obra que deveria resolver falta de água foi abandonada; Camarinha condenado a devolver R$ 11 milhões que sumiram (Foto: Divulgação)

Resumo:

  • Problema da falta de água em Marília era grave quando Abelardo Camarinha era prefeito
  • Obra que começou na gestão dele deveria resolver o problema
  • Prefeitura recebeu dinheiro para a obra mas fez apenas 30%
  • Muito dinheiro público foi para o ralo
  • Justiça condenou Camarinha a devolver mais de R$ 11 milhões aos cofres públicos
  • A raiz do problema se chama Abelardo Camarinha

*****

2. Camarinha acusou o Marília Notícia de perseguição contra ele e parcialidade. Verdade?

Mentira! Abelardo disse em sua rádio que o jornalismo do Marília Notícia escondia problemas da cidade e favorece o prefeito Daniel Alonso, seu principal adversário político.

Camarinha usa a mesma tática do ex-presidente Lula: nós contra eles. Isso não cola mais Abelardo, a velha política está morrendo.

Citou especificamente o caso da verba de IPVA e o problema da falta de água. Disse que não foi divulgado por aqui.

A verba do IPVA foi reportagem de capa no MN no dia 09 de janeiro deste ano. Clique aqui para acessar. Já a falta de água foi tema de dezenas de reportagens. Ainda mais: recentemente foi publicada uma feroz crítica ao prefeito pelo problema. Veja clicando aqui.

Na verdade, a ira do político cresceu após o MN mostrar que ele pode ser preso por nomear uma funcionária fantasma quando foi prefeito. Veja aqui.

Aceite ou não, enquanto o nome da família Camarinha estiver envolvido em escândalos de corrupção, será tema de reportagens. Ou quer que não fale nada?

Foto do ano passado mostra destaque negativo para o prefeito; MN sabe separar o público do privado (Foto: Arquivo)

Resumo:

  • Camarinha não aceita críticas e denúncias
  • Camarinha não se conforma de não ter controle sobre a mídia
  • Camarinha desinforma população e passa vergonha quando MN prova o contrário
  • Camarinha fica transtornado quando jornal mostra escândalo envolvendo corrupção e irregularidades
  • Linha editorial do MN expõe e cobra problemas independente do governo

*****

3. Camarinha diz que Casa Sol patrocina o jornal. Verdade?

Sim! A Casa Sol patrocina o MN desde 2015. Sabe o motivo Abelardo? Porque a exposição da marca no site com maior audiência gera vendas.

Assim como a Casa Sol, desde o começo do ano também patrocinam o MN: Unimar, Menin, Sicredi, CMD, Oral Sin, Ale Idiomas, Comauto, Acim, Nissan, Esmeralda Shopping, Marília Shopping, Faculdade Católica, Contex Turismo, Farmácia Boa Forma, PetStyle Centro de Estética Animal, Tauste, Preço Certo Supermercado, Salioni Areia e Pedra, Mega Chopp, Madalê Gelato Artesanal, Moradas Imoveis, Minutri, Kanabara, SOS Botox, Instituto Vida, entre diversas outras empresas que aparecem de maneira pontual.

Sabe porque tanta gente assim? Credibilidade e sinal de prestígio.

Hoje, o contrato do MN com a Casa Sol representa 4% de nosso faturamento bruto.

Acha que por conta de uma empresa em quase 30 o jornal estaria ‘vendido’? Falar isso é chamar as pessoas de burras Abelardo! Nós respeitamos muito nossos clientes. Esses sim geram emprego e trabalham para uma Marília melhor.

Uma rápida pesquisa inclusive mostra que o MN deu em primeira mão notícias que geraram crises no governo Daniel.

Você acha que todo mundo tenta controlar a imprensa, como era feito com o extinto jornal Diário, fechado pela Polícia Federal e onde o senhor é acusado de inúmeros crimes?

Se precisar, o MN disponibiliza as notas fiscais de todos os serviços prestados. Transparência é a palavra.

Camarinha usa patrocínio que representa apenas 4% do faturamento para confundir mais humildes (Foto: Reprodução)

Resumo:

  • Camarinha usa patrocínio para confundir mais humildes
  • Camarinha não cita fato de controlar diversos veículos de comunicação da cidade
  • Camarinha fica revoltado ao não conseguir controlar o MN
  • Linha editorial do MN expõe e cobra problemas independente do governo

*****

4. Camarinha diz que nunca usou dinheiro público para patrocínios. Verdade?

Mentira! O Ministério Público Federal do Distrito Federal acusa Camarinha de desviar recursos da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) em proveito próprio, quando ele era deputado federal.

Sabe como ele fazia isso? Segundo o MPF, mandava dinheiro da Câmara Federal direto para a sua rádio, a 950 AM.

De acordo com as investigações, o prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 1,1 milhão. Na ação, o MPF pede, além do ressarcimento, a aplicação de multa por dano moral coletivo equivalente ao valor desviado.

Dessa forma, Camarinha poderá ter de pagar R$ 2,2 milhões.

Isso sem falar que ele é investigado pela Polícia Federal por conta do extinto Diário e suas outras rádios.

Camarinha fecha os olhos quando a investigação é contra ele (Foto: Hora H/Arquivo)

Resumo:

  • Camarinha é acusado de desviar mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos em apenas um dos casos
  • Camarinha mentiu ao falar que nunca usou dinheiro público para propaganda
  • Camarinha é investigado pela Polícia Federal
  • Camarinha é investigado pelo MPF
  • Camarinha foi condenado a 6 anos de prisão por nomear funcionária fantasma
  • Camarinha é um dos políticos com mais processos no Brasil

*****

5. Camarinha diz que será candidato a prefeito em 2020. Verdade?

Mentira! Abelardo Camarinha foi condenado a 6 anos de prisão por nomear uma funcionária fantasma. A pena foi convertida em prestação de serviços à comunidade, mas não tirou a proibição do político de exercer cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação.

Ou seja, Camarinha não pode disputar a eleição para a Prefeitura de Marília em 2020. É a lei!

A situação é igual a de Lula antes. Mente para os mais humildes dizendo que é candidato. Na hora da verdade vai colocar um laranja.

Será que vai acabar preso também? Veremos!

Camarinha é o Lula de Marília (Foto: Arquivo)

Resumo:

  • Camarinha não pode mais disputar eleições porque foi condenado pela Justiça
  • Camarinha engana população falando que será candidato
  • Camarinha é considerado o Lula de Marília
  • Camarinha está com medo de nunca mais ser eleito