Desde 2014, mais de 29000 artigos.
,/2018

Anthony Bourdain pediu ajuda antes de morrer’, conta Rose McGowan

Variedades
12 de junho de 2018

Anthony Bourdain e Rose McGowan. (Foto: Divulgação)

A atriz Rose McGowan divulgou uma carta nesta segunda-feira, 11, em que defende a amiga Asia Argento de comentários que a culpam pelo suicídio do chef de cozinha e apresentador Anthony Bourdain, com quem ela tinha um relacionamento.

“Eu sei que muitos viam Anthony Bourdain como um amigo e, quando um amigo morre, dói. Muitas das pessoas que perderam o amigo querem achar alguém para culpar. Vocês não devem descer a esse nível. Suicídio é uma decisão horrível, mas é a decisão somente daquela pessoa”, escreveu Rose.

Apesar de dizer que Asia e Anthony tinham um bom relacionamento, a atriz desmentiu os comentários de que o cozinheiro estivesse mentalmente saudável nos últimos anos de sua vida.

“Anthony falava abertamente sobre seus demônios, até escreveu um livro sobre eles. No começo do relacionamento com Asia, ele disse para um amigo mútuo que ‘nunca conheceu alguém com mais vontade de morrer do que ele'”, contou Rose.

Ela ainda falou que o cozinheiro chegou a procurar ajuda por causa da depressão, mas isso não foi o suficiente para evitar que ele tirasse a própria vida na última sexta-feira, 8. A atriz culpa o estigma sobre saúde mental pela tragédia.

“Meu pai também sofreu de depressão profunda intermitente e, como Anthony, era parte de uma geração que acredita que tem que resistir a tudo. A geração de ‘homens fortes que não precisam de ajuda’. Eu sei que Anthony pediu ajuda antes de morrer, mas não acatou os conselhos médicos. Isso nos levou a essa tragédia, a essa perda”, disse.

Rose faz um apelo para que cessem os comentários sexistas que culpam Asia pelo suicídio do ex-companheiro e pede que as pessoas se conscientizem sobre o tema.

“Estamos pedindo para vocês serem melhores, terem um olhar mais aprofundado, lerem e aprenderem sobre distúrbios mentais, suicídio e depressão antes de julgar o que não compreendem e o que não pode ser compreendido”, falou.

Por fim, pede a todos que se juntem a ela para mandar energias positivas a Anthony e aos que ficaram desamparados com sua partida.

“Para a mídia e os demais comentaristas, Anthony nunca gostaria de ver Asia machucada. Gosto de pensar que ele iria querer que nós tivéssemos conversas coletivas sobre depressão. Culpar alguém não é conversar”, defendeu.