Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Aeronave com marilienses faz pouso forçado na região

Polícia
27 de agosto de 2014

aviao

Uma aeronave monomotor, modelo F33A, precisou fazer um pouso forçado em uma fazenda localizada próximo à vicinal Prefeito Anibal Haman e a três quilômetros das Penitenciárias I e II, em Pirajuí (84 quilômetros de Marília). No avião estavam o piloto e os passageiros Valéria Cristina Guelfi Pinto, 46 anos, e seu filho Fábio Miller Guelfi Pinto, 27 anos.

Segundo a assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira, o fato aconteceu na manhã desta quarta-feira (27), por volta das 6h50. O avião, de matrícula PT-JRY, saiu de Marília e tinha como destino a cidade de Franca.

Por motivos a serem apurados, a aeronave teria tido um problema no trem de pouso e arrastou o ‘bico’ pelas curvas de nível em uma área que estava sendo preparada para plantio de amendoim. Ao lado, há outras plantações como de seringueira e eucaliptos que, se a aeronave tivesse feito o pouso nelas, causaria ferimentos mais graves nas vítimas.

Após o incidente, mãe e filho foram socorridos pela caseira da fazenda, Florelinda Casali de Assis, de 49 anos, e encaminhados para a Santa Casa de Pirajuí com ferimentos leves. Em seguida, as vítimas foram liberadas. Já o piloto, segundo a caseira, teria pego carona com um motociclista e deixou o local onde a aeronave fez o pouso.

A Polícia Científica foi acionada para isolar a área e as causas do pouso forçado será investigado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Homologação

A assessoria de imprensa da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que,  segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave está com a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade(CA) válidos. O avião é certificado e registrado pela ANAC, e é de caráter privado. Não trata-se de uma aeronave experimental, portanto, não tem suas operações limitadas.

Veja as imagens: