Desde 2014, mais de 40000 artigos.
,/2019

Acusado de tentar matar companheiro da ex-mulher é condenado

Polícia
08 de novembro de 2019

O aposentado João Hugo de Pinho foi condenado durante julgamento nesta quinta-feira (7) em Marília. Ele é acusado de tentar matar Luiz da Silva Morais na rua Felisberto Gravena, no Jardim Julieta em 12 de abril de 2017.

Segundo o advogado de defesa do réu, Carlos Eduardo Thomé, o julgamento que teve início por volta de 9h30 terminou aproximadamente às 19h. João foi condenado a seis anos de prisão em regime fechado pela tentativa de homicídio.

Ainda de acordo com o advogado a ameaça foi retirada porque João já foi julgado pela Justiça comum e recebeu a pena de um mês, portanto não pode haver dois julgamentos pelo mesmo crime.

Entenda

Segundo a denúncia do Ministério Público, o acusado não aceitou o fim do relacionamento de 12 anos com sua ex-esposa, que passou a se relacionar com Luiz, o que aborrecia João, que teria decidido matar a vítima.

No dia do crime por volta de 23h30, munido de uma arma de fogo, João foi até a residência da ex-mulher e ficou escondido em um terreno, aguardando a chegada do casal.

No momento em que ela desceu do veículo para abrir o portão da garagem, o aposentado se aproximou da porta do passageiro do veículo conduzido por Luiz e, sem que ele pudesse prever o ataque, desferiu cinco disparos e empreendeu fuga.

Após os fatos, João ligou para a ex-esposa e, ao descobrir que Luiz havia sobrevivido, ameaçou o casal, dizendo que retornaria para terminar o serviço e que se ela não rompesse o relacionamento também a mataria.

Consta ainda na denúncia que no dia 15 de abril de 2017, por volta de 12h54, em local incerto, João ameaçou o casal.

A prisão de João Hugo ocorreu em 5 de maio de 2017 pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Marília. Ele foi localizado em Campo Grande (MS) – distante 630 quilômetros.