Desde 2014, mais de 31000 artigos.
,/2018

Acusado de participação em roubo a sacoleiros é preso em Marília

Polícia
28 de setembro de 2018

Arma de fogo com numeração suprimida foi apreendida por policiais militares no quarto do acusado. (Foto: Divulgação)

O lavador Matheus Junior Gomes Alves, de 21 anos, foi preso em flagrante por policiais militares da Força Tática sob acusação de porte ilegal de arma de fogo na tarde desta quinta-feira (27) no Jardim Santa Clara, zona Sul de Marília.

Conforme o Boletim de Ocorrência, uma denúncia anônima informava que Alves estaria envolvido em no roubo a um ônibus de sacoleiros ocorrido no dia 19 de setembro em uma estrada vicinal em Vera Cruz (cerca de 17 quilômetros de Marília).

Os policiais realizaram uma busca na residência do acusado, localizada na rua Vitoria Tosin, onde o lavador foi flagrado na garagem da casa por volta das 17h40. Ao notar a presença da polícia, o suspeito correu para dentro do imóvel, mas foi interceptado rapidamente.

Segundo a Polícia Militar, a mãe do acusado autorizou a entrada dos policiais na residência e uma busca minuciosa foi realizada no quarto de Alves. Os militares localizaram um revólver calibre 38, marca Taurus, com a numeração suprimida e seis projeteis intactos.

O acusado foi questionado sobre a arma de fogo e a participação no assalto ao ônibus em Vera Cruz, mas afirmou desconhecer a procedência do revólver e negou envolvimento no crime.

Diante dos fatos, os policiais deram voz de prisão ao lavador e ele foi conduzido para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, onde o delegado de plantão ratificou a prisão. Após uma audiência de custódia, Alves seria encaminhado para a Penitenciária de Marília.

Matheus Alves tem tatuagens associadas a criminalidade, como um palhaço que significa ‘matador de polícia’ na criminologia. (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Dupla armada termina atropelada durante assalto em lanchonete