Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Ação conjunta é realizada contra crimes ambientais

Cidade
11 de maio de 2022

Foram identificados crimes em Área de Preservação Permanente no Bairro Maracá (Foto: Divulgação)

Nesta segunda-feira (9), o chefe da Divisão do Meio Ambiente, Cassiano Rodrigues Leite acionou a Polícia Militar Ambiental, após identificar graves crimes ocorridos em Área de Preservação Permanente (APP), no bairro Maracá, zona Norte.

No local, foi identificado o lançamento de esgoto em nascentes e supressão de vegetação nativa em área de preservação. Houve apoio da Polícia Ambiental para o cumprimento das legislações vigentes.

A equipe de policiais constatou o crime e autuou o infrator, que ainda vai responder junto aos demais órgãos ambientais competentes, devendo realizar a compensação pelos crimes cometidos.

“Através de georreferenciamento por satélites, identificamos 1.448 nascentes na cidade e estamos visitando e monitorando uma a uma, em parceria com a Polícia Ambiental e ambientalistas para análises técnicas e ações necessárias. Ao chegar nestes olhos d’água, identifiquei o lançamento clandestino de efluentes, intervenções estruturais em alvenaria com supressão da vegetação nativa. Estamos nos esforçando para tratar 100% do esgoto na cidade e não é justo que um cidadão vise apenas o lucro de seu empreendimento, prejudicando o coletivo e desrespeitando o meio ambiente. Constatado o crime, acionei os agentes fiscalizadores da Polícia Ambiental e estes agiram de forma rápida, identificando e autuando o infrator. Estamos andando por todos os cantos da cidade e todo crime ambiental será punido dentro das legislações vigentes”, conta Cassiano.

Foi constatado lançamento de esgoto nos corpos hídricos (Foto: Divulgação)

O 1º Tenente da 4ª Companhia da Polícia Militar Ambiental, Cleber Rodrigues Ventrone, destaca a importância de ações conjuntas entre os agentes atuantes na fiscalização ambiental e solicita participação da população para inibir crimes que degradam o meio ambiente.

“Marília vem passando por uma gestão ambiental de qualidade. Temos acompanhado de perto vários projetos desenvolvidos no município e sempre que conversamos pela região, citamos a cidade como exemplo a ser seguido, devido aos avanços observados, inclusive recebendo a certificação do Governo do Estado através do Programa Município VerdeAzul. Não podemos retroceder e permitir que alguns cidadãos alheios ao bom convívio social prejudiquem todo esforço realizado pela equipe de gestores ambientais do município, que tem conquistado o apoio da maioria da população”, destaca.

“Identificamos o infrator, e autuamos conforme as legislações vigentes. Agora, encaminharemos o relatório aos órgãos competentes para as demais providências cabíveis e compensações ambientais necessárias. É hora de unirmos forças e cuidarmos do meio ambiente para que tenhamos uma cidade saudável e em equilíbrio. Orientamos que a população denuncie os crimes ambientais e participem destas melhorias que estão elevando a qualidade de vida em Marília”, completa Ventrone.

Solicitações para a realização de ações ambientais poderão ser feitas através do telefone (14) 3408-6700.