Desde 2014, mais de 69000 artigos.
,/2022

Servidores do Daem dão início a ‘estado de greve’

Cidade
14 de maio de 2022

Assembleia foi feita na unidade da avenida Santo Antônio (Foto: Divulgação/Sindimmar)

Reação contra o projeto que autoriza o Poder Executivo a conceder o Departamento de Água e Esgoto de Marília (Daem) à iniciativa privada começou entre os servidores. A informação é do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos Municipais de Marília (Sindimmar), que distribuiu nota à imprensa nesta sexta-feira (13) sobre o “estado de greve” na autarquia.

Durante uma assembleia geral extraordinária – com baixa adesão – no final da tarde de quinta-feira (12), os funcionários deliberam contra a concessão do departamento e pela sinalização. Na prática, o estado não paralisa os serviços, mas sinaliza risco. O encontro aconteceu na unidade da avenida Santo Antônio.

O sindicato anunciou reivindicação de desmembramento do projeto, para que seja votado o Plano de Carreira, Cargos e Salários em separado, antes da discussão da concessão.

A entidade diz que a aprovação do “estado de greve” foi unânime, como “forma de sensibilizar os vereadores para a necessidade de devolução do projeto ao Executivo, para o desmembramento da proposta.”

Também foi aprovada uma ação de esforço para mobilização, a fim de que os servidores compareçam à sessão da Câmara na segunda-feira (16), para pressionar parlamentares. “Foi destacado, na reunião, que a administração direta já tem seu Plano de Cargos e Carreiras, com um reajuste médio para os funcionários, enquanto o Daem segue sem reajuste ou definição do Plano de Carreira”, aponta a nota.

Nova assembleia deve ser realizada na segunda-feira (16), às 19h, logo após a reunião com a comissão de vereadores que foi nomeada para receber a diretoria do Sindimmar e representantes do Daem. “Entre os encaminhamentos possíveis, está a possibilidade de greve, caso a solicitação de retirada do projeto não seja atendida”, alerta.

Estado de greve acende alerta (Foto: Divulgação/Sindimmar)