Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Sequelas pós-Covid exigem atenção e cuidados em Marília

Cidade
07 de julho de 2022

Estudo aponta que 50% dos positivos ficam com sequelas (Foto: Arquivo MN)

Boa parte da população já perdeu algum familiar, amigo ou conhecido para Covid-19. A verdade é que são poucos os que ainda não contraíram o vírus, que ainda tem matado pacientes. Um estudo divulgado pela Fiocruz Minas revelou que metade das pessoas diagnosticadas com a doença tiveram alguma sequela pós-período de incubação.

Em Marília, vários pacientes, que tiveram certa tranquilidade durante o período em que estiveram doentes, relataram problemas depois da Covid. Muitos se queixam de distúrbios respiratórios, falta de ar, fraqueza, dores nas articulações, dores musculares, alterações cognitivas de raciocínio e memória.

É o caso da analista de Recursos Humanos Aparecida Angélica Miguel Meneguelli, que teve diagnóstico positivo em outubro do ano passado. Os sintomas foram basicamente leves, como dor de cabeça, sem evolução para um quadro mais grave.

“No pós-Covid eu tive redução da visão e queda de cabelos. Três meses depois, em janeiro deste ano, ainda peguei H1N1. Os sintomas foram mais graves, com fortes dores de cabeça e febre. Graças a Deus não evoluiu para um quadro respiratório”, relata a analista de RH.

Aparecida já estava vacinada quando pegou a doença, se não a infecção poderia ter evoluído para uma consequência mais grave, inclusive talvez, com necessidade de internação.

Infectologista Karen Morejón destaca que muitos pacientes apresentam sequelas pós-Covid. mesmo quando tiveram casos leves da doença (Foto: Divulgação)

Dados da pesquisa, que acompanhou 646 pacientes infectados por 14 meses, identificaram que pelo menos 324 pessoas, ou 50% do total, tiveram sintomas pós-infecção. O problema é classificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como Covid longa.

De acordo com a médica Karen Morejón, consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), a síndrome pós-Covid consiste em um conjunto de sintomas que ocorrem em alguns pacientes após a infecção pelo vírus Sars Cov-2. Mesmo pacientes com quadro leve podem apresentar esses desdobramentos. Há grande variedade de sintomas, com graus variados de intensidade.

Pode ocorrer dor de cabeça persistente, sensação de “pensamentos envoltos por nuvem”, alterações de memória, dificuldade de concentração, dores no corpo, cansaço, falta de ar, alterações de pele, alterações renais, entre outros.

“Também tem sido descrito infarto e quadros de embolia, além de reativação de herpes zoster. Ainda estamos aprendendo com essa doença e seria desejável que os pacientes passassem por avaliação médica no pós-Covid, para avaliar sintomas e, assim, serem conduzidos da forma mais adequada possível”, explica a infectologista.

Em Marília, 1.101 pessoas perderam a vida pela doença. A cidade conta atualmente com 57.929 casos positivos da Covid-19, desde o início da pandemia. Já foram confirmadas 121 mortes neste ano, sendo quatro nos primeiros seis dias de julho, que também já registrou 674 novos casos da doença. A média diária de novos casos está em 112 na cidade neste mês.