Desde 2014, mais de 57000 artigos.
,/2021

Secretarias se unem no enfrentamento da violência contra a mulher

Cidade
04 de maio de 2021

(Foto: Divulgação)

Na manhã da última sexta-feira (30), a Secretaria Municipal de Direitos Humanos de Marilia recebeu a visita ilustre da coordenadora da “Sala ComVida”, a advogada Adriana Tognoli, representante da pasta de Assistência e Desenvolvimento Social.

Ambas as secretarias atuam no enfrentamento à violência contra a mulher, através de políticas públicas de denúncias, encaminhamentos e psicoterapia via Disque 100, Ligue 180 e o Centro de Referência de Direitos Humanos, Centro de Referencia Especializado da Assistência Social (Creas), serviços oferecidos gratuitamente pela Prefeitura de Marília.

A “Sala ComVida”, localizada na Galeria San Remo, na avenida Brasil, 116, sala 44-45, 2° andar – Centro (em frente ao Terminal Urbano), que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, tem o objetivo de fortalecer a prevenção da violência, bem estar e autonomia das mulheres e atende também às mulheres transexuais e travestis. O telefone para contato é o (14) 3434-2721.

“O encontro com o secretário Wilson Damasceno e sua equipe foi muito profícuo para alinharmos as ações conjuntas em benefício da qualidade de vida das mulheres do município, especialmente no enfrentamento da violência de gênero”, destaca.

Segundo Adriana, a equipe está de parabéns pelo atendimento humanizado que realizam para a população de Marília. “A secretária Wania Lombardi agradece a parceria da Secretaria dos Direitos Humanos e coloca a pasta à disposição no que lhe couber”, completa.

O Centro Referência de Direitos Humanos é um serviço que está sendo estruturado, de acordo com a secretaria, que fica localizada na rua Olavo Bilac, 369, no bairro São Miguel, e recebe denúncias – que podem ser anônimas – pelo telefone (14) 3401-4429 ou pelo Disque 100 ou pelo Ligue 180, com atendimento presencial restrito devido à pandemia, possui uma equipe multidisciplinar de profissionais capacitados, como psicólogos, enfermeiro e assistente social, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

Para o secretario de Direitos Humanos, Wilson Damasceno, é muito importante esta união, diálogo entre as secretarias, e em breve será lançado o Programa Municipal de Enfrentamento de Violência Contra a Mulher “Todos por Elas”. “Desafios são grandes, um deles é união entre setores, atuando em rede. Esse será primeiro passo e, em breve, haverá também novidades e lançamento deste programa em parceria com a Delegacia da Mulher de Marília, Polícia Militar, Defensoria Publica e Ministério Público entre outras instituições.”

Mais informações podem ser obtidas pelos seguintes locais:

– Secretaria de Direitos Humanos: (14) 3402-4411 ou pelo Facebook: #Direitos Humanos Marília e #Centro de Referência de Direitos Humanos. Endereço Rua Olavo Bilac, 369, de segunda a sexta, das 7h30 às 17h.

– Sala ComVida: localizada na Galeria San Remo, na avenida Brasil, 116, sala 44-45, 2° andar – Centro (em frente ao terminal urbano), das 8h às 17h. Atendimento no telefone: (14) 3434-2721. Facebook: Sala ComVida.

– Creas fica localizado na avenida Brasil, 214 – Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Telefone: (14) 3432-3979.

O QUE É DISQUE 100 E O LIGUE 180?

Ligue 180 – a Central de Atendimento à Mulher presta uma escuta e acolhida qualificada às mulheres em situação de violência. O serviço registra e encaminha denúncias de violência contra a mulher aos órgãos competentes, bem como reclamações, sugestões ou elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento.

Disque 100 – atende denúncias de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes e acolhem denúncias que envolvam violações de direitos de toda a população, especialmente os grupos sociais vulneráveis, como discriminação racial, pessoas em situação de rua, idosos, pessoas com deficiência e população LGBTTQ+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), população carcerária entre outros, denuncias podem ser feitas de forma anônima, sem precisar se identificar.