Desde 2014, mais de 54000 artigos.
,/2021

Com novas regras, região de Marília regride para fase laranja do Plano SP

Cidade
08 de janeiro de 2021

Nova configuração do Plano SP, anunciado nesta sexta-feira (Imagem: Divulgação)

O Governo do Estado reclassificou, nesta sexta-feira (8), a região de Marília da fase amarela para a laranja no Plano São Paulo.

As restrições de atividades têm grandes mudanças nesta reclassificação, que passa a valer na próxima segunda-feira (11).

Academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros e parques passam a poder funcionar na fase laranja.

Todas as atividades liberadas podem funcionar por até oito horas diárias, e não mais apenas quatro, e a capacidade de público também sobe de 20% para 40%. No entanto, todos os estabelecimentos devem encerrar o atendimento presencial às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido.

“A meta principal é evitar aglomerações e voltar a reduzir o fluxo de pessoas em horários específicos”, afirmou a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen. “O grande objetivo neste momento é reduzir a circulação do vírus. Nós precisamos reduzir aglomerações, e elas acontecem principalmente no período da noite”, acrescentou.

Atividades não essenciais que geram aglomeração, como festas, baladas e shows continuam proibidos.

Marília vive uma sobrecarga na ocupação de leitos reservados para Covid-19. As Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) exclusivas para esses pacientes chegaram a registrar lotação máxima na cidade e passaram de 75% na região.

Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a região de Marília só poderá avançar para a fase amarela na próxima reclassificação, marcada para o dia 5 de fevereiro, caso a ocupação de leitos fique abaixo de 70%.

Ele também anunciou o aumento de leitos de UTI na região, sendo seis em Garça e mais seis em Assis.

(Imagem: Divulgação)

(Imagem: Divulgação)