Desde 2014, mais de 71000 artigos.
,/2022

Produtor rural teme mais um ano de perdas com geadas

Cidade
15 de maio de 2022

A previsão de baixas temperaturas e geadas para esta segunda quinzena de maio em todo o Centro-Sul do Brasil, incluindo o Estado de São Paulo e a região de Marília, têm gerado temor e receio de prejuízo econômico entre os produtores rurais.

Na região de Marília, a previsão é de queda brusca e mínima de 5ºC já nesta próxima terça-feira (17). No estado de São Paulo. A expectativa da meteorologia é de que os termômetros se mantenham em baixa até o fim da semana.

Para o produtor de milho Vitório Pontelo, de 66 anos, do distrito de Avencas, a previsão é assustadora. “O milho contém água no grão e, em baixas temperaturas, pode congelar e prejudicar todo o desenvolvimento, ficando com grãos pequenos, de muito menor preço”, explica.

Em Marília, geadas no inverno passado trouxeram incontáveis prejuízos aos produtores locais. A baixa qualidade dos hortifrútis locais em decorrência das condições climáticas também chegou a encarecer a mesa do cidadão comum.

Pontelo planta amendoim e milho em terras arrendadas e depende da boa produtividade da colheita para quitar os custos dos plantios. Com o amendoim colhido, plantou mais 160 alqueires de milho para daqui três a quatro meses. “Tive prejuízo no ano passado com a geada e o risco de uma nova agora é preocupante”, lamenta.

O produtor explica que não tem o que fazer. A agricultura depende das condições do clima. “Sempre existe o risco e a perda de produção esperada. A chuva e o frio sempre foram um risco. Neste ano, por exemplo, não choveu o suficiente para uma maturação adequada, mas não foi pior que outros anos. Dependemos da sorte”, conclui.